Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Banco Santander lança 2.500 bolsas de estudos para programa de tecnologia que aborda blockchain

Banco Santander lança 2.500 bolsas de estudos para programa de tecnologia que aborda blockchain

Nesta quarta-feira (15), o Banco Santander anunciou uma bolsa de estudos para os brasileiros e estudantes de outras partes da América Latina, para o programa “MIT Leading Digital Transformation”, que concederá cerca de 2.500 vagas para formação em ‘tecnologias disruptivas’ incluindo blockchain. 

De acordo com o anúnio realizado em sua página oficial, o processo possui duas fases. A primeira será para o projeto “MIT Leading Digital Transformation”, e na segunda fase, as 300 pessoas que se destacarem selecionadas pelo Santander, receberão uma formação “complementar”.

“Serão 2.500 bolsas de estudo para um programa de cinco semanas no ‘Santander – MIT Professional Education Leading Digital Transformation’, no qual os selecionados receberão uma introdução completa às tecnologias de ponta nos campos de inteligência artificial (IA), blockchain, computação em nuvem, segurança cibernética e Internet das Coisas (IoT). Eles também trabalharão para aperfeiçoar as habilidades interpessoais necessárias para implementar essas tecnologias”, destacou o Santander.

Os estudantes da Alemanha, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, EUA, Espanha, México, Peru, Polônia, Portugal, Porto Rico, Reino Unido e Uruguai, podem concorrer às bolsas de estudos. 

Já na Europa, só será possível criar a moeda digital do Banco Central quando o setor privado não desenvolver um sistema de pagamentos pan-europeu inovador e eficiente. 

Tanto a China quanto a Europa estão valorizando a tecnologia Blockchain, até mesmo a França, pode ser o caso dos projetos que estão sendo testados baseados na tecnologia que fica famosa graças ao Bitcoin.

Os bolsistas terão a oportunidade de serem contratados pelo Santander após concluir o curso, sendo possível ingressar no processo de seleção de estágios ou empregos profissionais no Banco.

Para finalizar o banco pretende explorar os pontos fortes de lideranças dos bolsistas para inovar o mercado.

“No final esperamos que os participantes entendam melhor seus pontos fortes de liderança e possam tirar proveito desses pontos fortes para promover a criatividade e a inovação; sejam capazes de desenvolver uma visão que inspire e motive equipes culturalmente diversas e entendam a natureza e o impacto da IA, blockchain, computação em nuvem, segurança cibernética e IoT”, concluiu o banco.

Leia também: Empresário é sequestrado e torturado por R$ 3 milhões em Bitcoin na Tailândia

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias