Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

China pode proibir subsídios para mineração de Bitcoin

mineracao bitcoin china

Nesta semana, a atividade de mineração de criptomoedas foi colocada em uma lista de cerca de 450 indústrias que a principal entidade de planejamento econômico da China, a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR), pretende eliminar.

Atualmente, a maioria das empresas de mineração recebem subsídios ou outros benefícios, como desconto na energia elétrica. Caso a decisão seja aprovada, os governos locais da China seriam proibidos de subsidiar os mineradores de Bitcoin e outras criptomoedas, segundo publicação do The New York Times desta terça-feira (09).

De acordo com Zhao Qianjie, ex-executivo da exchange de bitcoin BTCChina, a mudança será que o custo de mineração vai subir.

“A atividade seria classificada como uma indústria que não poderia ser incentivada ou autorizada a se expandir, mas não é uma proibição”, disse Zhao.

Entretanto, continuar com as atividades de mineração não seria tão simples, já que o regimento local poderia proibir as cidades que dão subsídios em energia elétrica ou cedem suas fazendas para mineradores em troca de empregos para os cidadãos a continuarem com a ação.

Se isso acontecer, como a mineração de criptomoedas acontece através de computadores, os mineradores teriam de encerrar suas atividades devido ao alto gasto com consumo de energia elétrica.

Contudo, a CNDR informou que antes de decidir irá buscar comentários públicos até 7 de maio.

Leia também: Plataforma que oferece ferramentas para “trading inteligente” se junta à Binance

 

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias