Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Forbes: O Bitcoin pode chegar a US$50.000 nos próximos anos?

bitcoin

Em reportagem publicada pela Forbes, o veterano trader Peter Brandt fez  uma previsão ousada, afirmando que o bitcoin poderia chegar a US$ 50.000 nos próximos dois anos.

Credenciado pela previsão de queda de mais de 80% do bitcoin em 2018, Brandt citou o histórico de mercado e a análise técnica ao fornecer essa estimativa.

“Acredito que os gráficos refletem os fundamentos da oferta e da demanda e é assim que temos que olhar para isso”, afirmou ele no Yahoo Finance YFi PM.

Depois de atingir o nível mais baixo em 2015, os preços do bitcoin tiveram um avanço parabólico, enfatizou Brandt.

Agora, ele espera que as criptomoedas entrem novamente em um mercado altista parabólico.

Analistas desconfiados

Enquanto vários analistas enfatizavam que a previsão de Brandt certamente poderia se materializar, muitos estavam compreensivelmente céticos, enfatizando sua cautela em relação às previsões de preços.

“A avaliação de Peter Brandt é puramente baseada em indicadores técnicos e histórico de mercado”, observou Joe DiPasquale, CEO do fundo de criptografia dos fundos de hedge BitBull Capital.

“Embora a análise técnica tenha um lugar em todos os mercados, o desempenho passado não é garantia de resultados futuros”, afirmou.

“Enquanto isso, no entanto, o rali atual está se consolidando bem e podemos esperar mais valorização se a tendência continuar”, acrescentou DiPasquale.

Marouane Garcon, diretor-gerente da plataforma de derivativos crypto-to-crypto Amulet, pediu cautela.

“Temos que ter cuidado ao tentar prever os mercados”, observou ele.

“Movimentos parabólicos acontecem muito raramente”, disse Garcon.

Como resultado, “não podemos depender deles, pois nos dizem mais sobre o sentimento da multidão do que o valor real do ativo”.

Ele enfatizou que, embora a história do mercado possa ser útil, “daqui para frente, precisamos ter mais cuidado porque o mercado amadureceu e os participantes mudaram”.

Adocao em massa é a chave

Diversos analistas enfatizaram a importância fundamental do bitcoin expandir sua base de usuários, enfatizando que, se a moeda digital fizer progresso suficiente nessa frente, poderá atingir os US$ 50.000.

“O foco, acredito, deveria ser a adoção em vez do preço, porque o segundo segue o primeiro”, disse DiPasquale.

“Se a adoção do Bitcoin continuar a crescer exponencialmente nos próximos dois anos, podemos facilmente vê-lo atingindo a marca de US$ 50.000”, observou ele.

“Por outro lado, se os impulsos de adoção falharem e não houver tração significativa, até mesmo US$ 5.000 serão difíceis de manter.”

John Hargrave, editor do Bitcoin Market Journal, também analisou este assunto:

“À medida que um blockchain ganha mais usuários, o preço sobe em uma curva de crescimento quadrática – semelhante à idéia de Brandt de um avanço parabólico”.

Charles Cascarilla, cofundador e CEO da Paxos, ofereceu uma visão semelhante.

“A próxima onda de crescimento neste ciclo será impulsionada pela adoção do varejo e das instituições tradicionais, mercados cuja ordem é maior do que a dos usuários atuais. Nesse contexto, US$ 50 mil parece possível.”

Leia também: Plataforma que oferece ferramentas de “trading inteligente” se junta à Binance

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias