Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Uma das maiores companhias de viagens do mundo agora aceita pagamentos em criptomoedas

Uma das maiores companhias de viagens do mundo agora aceita pagamentos em criptomoedas

corporate traveller bitcoin bitpay

Viajantes entusiastas de criptomoedas ficarão animados ao saber que uma das maiores companhias de viagens do mundo, a Corporate Traveller, começou a aceitar pagamentos em criptomoedas.

Em uma ação estratégica, a companhia, que é uma divisão do Flight Center Travel Group, com sede na Austrália, firmou uma parceria com o BitPay, a maior processadora de pagamentos em Bitcoin (BTC) do mundo. A partir de agora, a empresa passa a aceitar pagamentos em Bitcoin e Bitcoin Cash para reservas na plataforma. 

Usando o BitPay, os pagamentos recebidos via Bitcoin ou Bitcoin Cash serão liquidados diretamente na conta bancária do Corporate Traveller dentro de dois dias úteis. 

Além disso, a plataforma cobra 1% para aprovar a transação e liquidação em Bitcoin ou Bitcoin Cash, ao contrário das altas taxas dos cartões de crédito. 

As transações podem ser realizadas através de qualquer computador ou dispositivo móvel e as faturas podem ser geradas por e-mail ou como transações de e-commerce on-line, sendo mais conveniente e confiável para os usuários do Corporate Traveller. 

“Temos liderado o caminho em termos de atender às necessidades específicas de viagens de negócios de empresas de SME nos últimos 20 anos. Nosso negócio é construído em torno de nossos clientes e só continuará sendo bem-sucedido se nos concentrarmos na entrega de uma experiência de atendimento que os clientes não receberão em nenhum outro lugar”, disse Andy Hegley, Gerente Geral da empresa no Reino Unido. 

“É por isso que continuamos evoluindo e sendo pioneiros em produtos e serviços personalizados para nossos clientes, a fim de mantê-los e alcançar novos”, concluiu.

Sonny Singh, o diretor comercial da BitPay também falou sobre a parceria:

“Sabemos que os pagamentos via blockchain incentivam os usuários a viajarem, já que agora os clientes podem gastar bitcoins em reservas de viagens corporativas. Temos visto um grande crescimento de companhias aéreas e agentes de viagens que estão entrando no enorme mercado de blockchain.”

Leia também: McAfee: “Bitcoin abaixo de US$ 1 milhão é matematicamente impossível em 2020”

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias