Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Após investir em Bitcoin, segundo homem mais rico do Japão perde US$130 milhões

Após investir em Bitcoin, segundo homem mais rico do Japão perde US$130 milhões

O fundador do SoftBank, Masayoshi Son, apostou no Bitcoin quando a moeda estava no topo ao desacreditar da histórica bolha da criptomoeda no final de 2017 e início de 2018. 

Como resultado, o bilionário japonês teve uma perda de US$ 130 milhões do próprio dinheiro, informou o The Wall Street Journal em publicação nesta terça-feira (23). 

Não há dados concretos sobre quanto Masayoshi Son, o segundo homem mais rico do japão, gastou em bitcoin. Mas ele parece ter comprado no final de 2017, após seu colega, Peter Briger, conhecido por ser um grande otimista em relação ao bitcoin, o convencer a investir na moeda. 

Na época, o bitcoin se aproximou de um recorde de US$20.000. A moeda estava no topo, com um aumento de quase 2.000%. 

No entanto, em janeiro de 2018 o preço do bitcoin entrou em colapso. A moeda caiu para US$10.000, perdendo metade do seu valor. 

Foi quando Masayoshi, que possui um patrimônio avaliado em US$24 bilhões, optou por vender a moeda e acabou com um prejuízo de US$130 milhões. 

Investidores experientes também cometem erros

Embora investir em Bitcoin naquele momento tenha sido uma ideia ruim, Masayoshi Son é um grande investidor. Prova disso é que seu fundo de capital de risco, o SoftBank Vision Fund, com valor de US$100 bilhões, é o maior do mundo. 

Bastaram cinco minutos com o CEO Jack Ma, Masayoshi investiu US$100 milhões no Alibaba, que agora é a maior plataforma de negócios B2B on-line do mundo, avaliada em US$ 132 bilhões. 

O bilionário também ajudou a impulsionar a Uber e WeWork para as potências globais que são hoje em dia, apostando nos projetos quando eles surgiram. 

Masayoshi não está sozinho

Assim como Masayoshi, outro investidor bem-sucedido perdeu dinheiro com a bolha de 2017. Peter McCormack perdeu US$ 1 milhão no mercado de baixa. 

“Eu gostaria de ter tirado tudo antes que a bolha estourasse”, escreveu McCormack no Guardian. “Eu ganhei dinheiro no passado através de trabalho duro e gostei mais.” 

Segundo ele, quanto mais as pessoas se animavam com os investimentos, mais investidores se envolviam, formando as condições para uma bolha. 

Com isso, podemos ver que tentar deter os movimentos de preços do bitcoin é uma tarefa impossível. Até os investidores experientes podem se enganar a respeito do mercado.

Leia também: 5 criptomoedas que mais valorizaram em 2019 até agora

 

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias