Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Gestora de fundos investe US$ 44 milhões em mineração de Bitcoin

Gestora de fundos investe US$ 44 milhões em mineração de Bitcoin

mineração bitcoin investimento

A Fundamental Labs é uma gestora de fundos blockchain que decidiu fazer uma aposta de longo prazo no Bitcoin (BTC)

A empresa, com sede em Xangai, está investindo US$ 44 milhões em mineradoras de BTC, revelou à CoinDesk. 

A gestora já apoiou a Binance, Coinbase e Canaan Creative, e agora planeja transportar entre 20 mil e 30 mil unidades de novos equipamentos de mineração para a região sudoeste da China a partir de junho. 

O objetivo é capturar a energia hidrelétrica barata durante o verão chuvoso na região.

Para isso, a empresa está investindo nos equipamentos mais modernos e poderosos do mercado, como o AntMiner S17 da Bitmain. 

antminer bitmain fundamental labs

“Não compramos máquinas antigas, nosso foco é participar da mineração a longo prazo. Por isso, equipamentos de segunda mão como o AntMiner S9 não serão úteis quando a temporada de verão terminar”, disse Yuan. 

O investimento de US$ 44 milhões é a primeira fase do plano global da empresa para levantar 1 bilhão de yuan (US$ 150 milhões) este ano para maior implantação em mineração de criptomoedas. 

De acordo com Howard Yuan, a empresa foi lançada em 2016 com aproximadamente US$ 30 milhões de seu capital próprio. 

No entanto, através de cinco séries de fundos, a gestora já atingiu mais de US$ 500 milhões. 

Algumas das participações da empresa incluem um investimento de capital na Coinbase e na criptomoeda BNB da Binance. 

Capitalismo cripto

Graças ao uso de equipamentos de primeira linha, Yuan acredita que a Fundamental Labs deve correr menos riscos do que mineradores individuais ao enfrentarem a volatilidade dos preços do BTC. 

“Acreditamos que a mineração criptográfica se tornará mais institucionalizada no futuro. É o capitalismo cripto”, disse Yuan à CoinDesk. 

“As mineradoras de varejo serão gradualmente eliminadas por causa de desafios como a volatilidade dos preços e o aumento das dificuldades de computação”, completou. 

De acordo com Yuan, após a temporada de verão, a Fundamental Labs mudará o foco para outras províncias na China. 

Uma delas será Xinjiang, que possui mais usinas de combustível fóssil, assim como países da Ásia Central, como o Cazaquistão. 

Leia também: Província do Canadá atrai mineradores de Bitcoin por causa de energia barata

 

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias