Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Site denuncia envolvimento da Igreja Universal em esquema de pirâmide

Site denuncia envolvimento da Igreja Universal em esquema de pirâmide

igreja universal airbit club piramide

The Intercept publicou uma matéria no dia 6 de maio relatando uma relação suspeita entre a Igreja Universal, a empresa AirBit Club e o jovem milionário Gabriel Fonseca Reis. 

A Airbit Club, empresa que se apresenta como um clube de investimentos sobre criptomoedas, estaria supostamente conseguindo investidores através da Igreja Universal. 

A empresa possui diversas reclamações de falta de contrato com investidores e dificuldades para recuperar o dinheiro investido.

Além disso, está sendo investigada por estelionato e crimes contra a economia popular pelo Ministério Público de São Paulo desde setembro de 2018. 

Alguns dos responsáveis por angariar novos investidores para a AirBit Club, os chamados “líderes”, mantém uma relação estranhamente próxima com a Igreja Universal.

Um destes líderes é Gabriel Fonseca Reis, que se tornou o “rosto da prosperidade” na igreja. 

O jovem é filho de uma obreira da Universal e iniciou sua carreira na Multiclick Brasil, uma empresa de “marketing multinível” cujo Ministério Público de Santa Catarina bloqueou as atividades em 2013, por indícios de atividade econômica irregular. 

A empresa é suspeita de operar um esquema de pirâmide financeira, assim como a AirBitClub, onde Gabriel é um importante líder atualmente. 

Em vídeo publicado pelo Intercept, Gabriel revela a um Bispo sua história de sucesso com as criptomoedas.  

site entrou em contato com a Igreja Universal, que negou ter qualquer relação com o jovem e afirmou que este é apenas um frequentador da igreja.  

Ao falar sobre a Airbit Club, a IURD também negou proximidade, embora tenha recebido patrocínio da empresa por mais de uma vez. Gabriel, por sua vez, não respondeu às perguntas do site.

AirBit Club

Sem informações sobre quem são os fundadores da AirBit, a empresa, que está presente em diversos países, não possui CNPJ no Brasil e os registros de domínio de seu site são ocultos.  

De acordo com a matéria, Renato Rodríguez e Gutemberg dos Santos, mentores de Gabriel, são constantemente apontados pelos líderes da empresa como fundadores, e possuem um histórico e tanto.  

Ambos foram denunciados nos Estados Unidos por comandar uma pirâmide financeira chamada Vizinova. Na Bolívia, foram denunciados pelo Ministério Público por estelionato.  

Já na Colômbia, a Superintendência Financeira atentou para a possibilidade da AirBit Club se tratar de um “esquema piramidal” e afirmou que a atuação da empresa é ilegal no país. 

Muitos investidores da AirBit Club acusam o esquema de se tratar de uma pirâmide financeira e reclamam da falta de registro da empresa no Brasil.

As dificuldades para saque, a falta de transparência quanto às taxas para reaver o dinheiro investido, ausência de contratos e pressão para conseguir novos investidores para o clube também fazem parte das queixas.

Leia também: Homem perde mais de US$ 1,5 milhão em Bitcoin em golpe de investimentos

 

 

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias