Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

US$ 130 milhões em operações da BitMEX podem ter causado a alta de 11% do Bitcoin

US$ 130 milhões em operações da BitMEX podem ter causado a alta de 11% do Bitcoin

bitcoin alta valorização

O Bitcoin chegou muito próximo de atingir US$ 9.000 nesta segunda-feira (27).

Para explicar o acontecimento, algumas pessoas estão sugerindo que a valorização de 11% na moeda aconteceu em decorrência dos US$ 130 milhões em pequenas vendas na exchange de criptomoedas BitMEX. 

Quando o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 8.500, muitos “short contracts” (quando um comerciante vende um título primeiro com a intenção de recomprá-lo ou cobri-lo posteriormente a um preço mais baixo) dos vendedores foram liquidados.

Eles haviam antecipado que a moeda teria uma queda em um recuo esperado.

 

Então o que acontecerá em seguida?

Então o que acontecerá em seguida?

De acordo com uma nova pesquisa da Bitwise Asset Management, a Bolsa de Chicago (CME) responde por quase metade de todas as negociações à vista do BTC. 

Sendo assim, se a liquidação dos contratos BitMEX realmente elevou o preço do bitcoin nas últimas 24 horas, o CME poderá servir como um catalisador para a próxima valorização da moeda. 

Por isso, em curto prazo, o que ditaria a tendência do BTC seria a sustentabilidade do volume no CME, BitMEX e outras grandes bolsas. 

Já no médio prazo, analistas esperam que o Bitcoin atinja US$ 10.000. 

Para o investidor bilionário Tim Draper, o bitcoin continua forte contra moedas fiduciárias, que são muito voláteis contra a criptomoeda. 

“Todas as outras moedas são muito voláteis contra o bitcoin porque eles sabem que isso está realmente transformando o mundo. E assim essas moedas que estão ligadas a forças políticas ou ditaduras, ou mesmo ao dólar, que realmente tem influência política, e a política monetária que precisa ser tão exata para acertar... Por que escolhê-las?”

Tim Draper à Bloomberg

Leia também: Bitcoin em alta: Veja 3 criptomoedas que podem acompanhar o movimento

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias

Mais Lidas