Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin cai abaixo dos US$ 8000. Veja o que pode ter causado a queda.

Bitcoin cai abaixo dos US$ 8000. Veja o que pode ter causado a queda.

bitcoin-preço-queda-analista

O Bitcoin, que subiu fortemente de preço nas últimas semanas, caiu abaixo de US$ 8.000 – de repente, perdeu quase US$ 1.000 em questão de minutos na noite passada.

Apesar da queda de cerca de 8% durante nas últimas 24 horas, o valor do Bitcoin ainda está o dobro em comparação ao que começou o ano, e ainda apresenta mais de 100% de valorização em 2019.

 

A causa dessa queda pode ter sido o que se conhece por “baleia”, que é um termo usado para grandes investidores que, com suas operações envolvendo grandes valores, são capazes de movimentar fortemente o valor do ativo no mercado.

Nesse caso do Bitcoin, uma grande operação de venda ocorrida na última noite pode ter causado esse forte movimento de baixa. 

Segundo a Forbes, ontem à noite, um grande detentor de bitcoins movimentou cerca de 25.000 bitcoins, no valor de mais de US$ 200 milhões, de uma carteira offline para o Coinbase, em São Francisco.

Pouco depois disso, 14.000 bitcoins, no valor de US$ 112 milhões, foram transferidos da Coinbase para outra carteira e, em seguida, mais 11.000 bitcoins, no valor de US$ 88 milhões.

"Se você faz um pouco de matemática e seguir a linha do tempo, não é difícil ver que alguém vendeu 25.000 bitcoins por US$ 215 milhões e os comprou de volta pouco depois por US$ 200 milhões", escreveu o usuário do Reddit makoveli em um popular fórum de criptomoedas. "Ao fazer isso, eles embolsaram US$ 15 milhões e saíram com a mesma quantidade de bitcoin que começaram".

Operações semelhantes são muito comuns no mercado financeiro e tem o potencial de gerar milhões de lucros em poucos minutos.

Leia também: 3 criptomoedas para ficar de olho em 2019

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias

Mais Lidas