Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Empresa brasileira acusada de pirâmide some do mercado antes da CVM tomar providências

Empresa brasileira acusada de pirâmide some do mercado antes da CVM tomar providências

pirâmide world way capital golpe bitcoin

Nesta quarta-feira (26), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) publicou um alerta sobre a atuação irregular da empresa World Way Capital LP, que prometia operações com criptomoedasforex (mercado de câmbio). 

A publicação contém um link para o site da empresa, no entanto, o endereço está fora do ar. 

 

Segundo informações do LiveCoins, a Way Capital está fora do ar pelo menos desde o dia 14, após o Banco do Canadá denunciar a empresa como pirâmide financeira.  

O texto da CVM afirma que foi detectado que a empresa, por meio do site, “de redes sociais e de publicidade paga em mecanismos de busca, efetua a captação irregular de clientes para a realização de operações com derivativos baseados em ações, índices, criptomoedas e no denominado mercado Forex.”  

Embora a WWC já não esteja ativa, a CVM determinou que a veiculação de qualquer oferta de oportunidades de investimento em derivativos, por qualquer meio, deve ser suspensa imediatamente. 

“Caso não seja cumprida a determinação, a empresa estará sujeita à multa cominatória diária no valor de R$ 1.000,00.”

Mas por que isso vai acontecer?

Mas por que isso vai acontecer?

A empresa também dizia operar com Forex, que é ilegal no Brasil. Em operações desse tipo, as moedas são negociadas em pares, onde uma é comprada e outra é vendida simultaneamente.  

Um exemplo disso seria dólar e real. O investidor não compra uma das moedas, fisicamente, mas sim uma relação monetária de troca entre eles. 

Sendo assim, ao fazer uma operação nesse mercado, o investidor está comprando, na verdade, um determinado par, uma taxa de câmbio entre duas moedas. 

Forex

Forex

A empresa também dizia operar com Forex, que é ilegal no Brasil. Em operações desse tipo, as moedas são negociadas em pares, onde uma é comprada e outra é vendida simultaneamente.  

Um exemplo disso seria dólar e real. O investidor não compra uma das moedas, fisicamente, mas sim uma relação monetária de troca entre eles. 

Sendo assim, ao fazer uma operação nesse mercado, o investidor está comprando, na verdade, um determinado par, uma taxa de câmbio entre duas moedas. 

Leia também: Indeal: 19 pessoas são indiciadas por diversos crimes após conclusão do inquérito pela PF

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas