Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Navio de Jamie Dimon do JP Morgan, que disse que "Bitcoin é para traficantes" é pego com 20 toneladas de cocaína

Navio de Jamie Dimon do JP Morgan, que disse que "Bitcoin é para traficantes" é pego com 20 toneladas de cocaína

jp morgan cocaína bitcoin jamie dimon
Foto: Matt Rourke

Se você acompanha as críticas que o Bitcoin tem recebido ao longo dos anos, talvez se lembre da vez em que Jamie Dimon, chefe do JP Morgan, chamou o Bitcoin de “fraude” e afirmou que a moeda seria útil apenas “se você fosse um traficante de drogas ou assassino”.

Mas parece que o jogo virou para o bilionário. O navio de sua companhia foi apreendido pelas autoridades da Alfândega, que encontraram uma quantidade absurda de cocaína na embarcação em 17 de junho, segundo comunicado. 

 

Havia 20 toneladas de cocaína no valor de US$ 1,3 bilhão (cerca de R$ 4,9 bilhões) na embarcação do JP Morgan, operada pela Mediterranean Shipping Co.

Trata-se de uma das maiores apreensões de drogas da história dos Estados Unidos.

As autoridades apreenderam um container de remessa do navio nesta semana, na Filadélfia, após encontrarem as drogas.

A ironia do caso é ainda maior quando se analisa o fato de que os grandes bancos estão cada vez mais ligados à lavagem de dinheiro e tráfico de drogas, enquanto o Bitcoin — duramente criticado por gigantes dessa indústria — tem menos de um por cento de suas atividades conectadas à práticas ilícitas.

Nos últimos seis meses, o Bitcoin esteve envolvido em US$ 515 milhões em atividades ilegais, enquanto a companhia de Jamie Dimon conseguiu, em um único incidente, estar ligada a um crime de tráfico de drogas no valor de US$ 1,3 bilhão.

A polícia está investigando o caso e pelo menos seis membros da tripulação foram presos, de acordo com o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos.

“Bitcoin é para traficantes”

“Bitcoin é para traficantes”

jaime dimon jp morgan cocaína bitcoin
Foto: Greg Nash

Durante uma conferência em 2017, o chefe da JP Morgan, Jamie Dimon, declarou que o Bitcoin é uma fraude, que só seria útil para traficantes, assassinos e pessoas que moram em lugares como a Coréia do Norte.

"Se você estivesse na Venezuela, no Equador, na Coréia do Norte ou em lugares desse tipo, ou se fosse um traficante de drogas, um assassino, coisas assim, é melhor usar bitcoins do que dólares americanos. Portanto, pode haver um mercado para isso, mas seria um mercado limitado", afirmou.

Leia também: Empresa acusada de pirâmide financeira muda de nome

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas