Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin segue em queda, devemos nos preocupar?

Bitcoin segue em queda, devemos nos preocupar?

bitcoin em queda

Os últimos dias foram bastante difíceis para o Bitcoin e para todo o mercado de criptomoedas. Nos últimos seis dias, o BTC ultrapassou os US$ 13.000 e desde então caiu fortemente. Atualmente, a moeda está sendo negociada em torno de US$ 10.200, o que representa uma queda de 23% na última semana.

Mas não é apenas Bitcoin. Todo o mercado está sendo negociado no vermelho, com algumas altcoins de grande capitalização, como a Ethereum, caindo para mais de 17% nas últimas 24 horas. Mas quão preocupante isso é realmente?

 

O que mais chamou a atenção da comunidade nesses últimos meses foi a volatilidade e rápida alteração nos preços, tanto no período de fortes altas, como agora nessa recente inversão de tendência no curto prazo.

Só na última semana, o mercado chegou a perder cerca de US$ 70 bilhões de seu valor.

Muitas pessoas esperavam que uma correção no Bitcoin faria com que as altcoins se recuperassem, mas, infelizmente, esse não foi o caso. Pois, aparentemente estamos em um período no qual as altcoins estão desvalorizando, independentemente do desempenho do Bitcoin.

Enquanto a condição do mercado de altcoins pode ser mostrar preocupante, podemos realmente dizer o mesmo para o Bitcoin?

Talvez seja interessante dar uma olhada no quadro geral antes de chegar a conclusões precipitadas.

Olhando para o preço do Bitcoin desde o começo deste ano, podemos ver claramente o progresso que ele fez. O BTC iniciou o ano sendo negociado em torno de US$ 3.700 e está em alta de mais de 175% no acumulado do ano, mesmo levando em conta o forte declínio de 23% dos últimos dias.

Vários analistas do mercado já disseram que isso dificilmente constitui uma grande queda.

O analista sênior de mercado da eToro, Mati Greenspan, por exemplo, disse que o Bitcoin é “o único ativo que cai consistentemente”.

É importante dizer também que correções desse tipo são um bom sinal para o desempenho futuro da criptomoeda.

Outro fato para ter em mente é que importantes eventos envolvendo a moeda ainda não aconteceram, como a plataforma de negociação de futuros Bakkt. Isso mostra que o Bitcoin conseguiu se valorizar fortemente em 2019 e isso não foi graças por eventos desse porte.

Em outras palavras, embora os preços tenham caído recentemente, o mais racional é continuar analisando o mercado e os eventos como um todo. 

Leia também: Navio de Jamie Dimon do JP Morgan, que disse que “Bitcoin é para traficantes” é pego com 20 toneladas de cocaína

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas