Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Congressista americano diz que Bitcoin é uma força "imparável" e que tentativas de detê-lo são "inúteis"

Congressista americano diz que Bitcoin é uma força "imparável" e que tentativas de detê-lo são "inúteis"

bitcoin imparavel

Depois de várias declarações pessimistas no congresso americano (e também no Brasileiro) sobre o Bitcoin, alguns políticos já começaram a admitir a dificuldade que pode ser controlá-lo.

Durante um discurso na última quarta-feira, o congressista norte-americano Patrick McHenry, disse diretamente aos parlamentares que as tentativas de deter o Bitcoin eram inúteis.

“O mundo que Satoshi Nakamoto criou é uma força imparável”, disse ele.

 

McHenry tem opinião contrária à maioria dos outros congressistas sobre o Bitcoin, que frequentemente associam o papel das criptomoedas ao mundo do crime.

Para McHenry, no entanto, com ou sem apoio governamental, o Bitcoin prevalecerá.

“Se fosse possível proibi-lo, isso já teria sido feito desde o início de 2009.” Disse.

“Não devemos tentar impedir essa inovação; os governos não podem impedir essa inovação, e aqueles que tentaram já falharam ”, continuou.

Enquanto isso, na Índia a discussão em torno da proibição ou não das Criptomoedas ganhou novos capítulos.

O assunto voltou à tona essa semana quando Varun Sethi, advogado de Nova Délhi, compartilhou uma página vazada, que dizia que o governo indiano estava planejando uma repressão aos comerciantes de criptomoedas.

O Ministro das Finanças disse que “Atualmente, não existe uma lei separada para lidar com questões relativas a criptomoedas, por isso todos os departamentos de aplicação da lei agem de acordo com as leis existentes.”

Leia também: Warren Buffet deixa de ganhar US$ 209 milhões investindo na Amazon em vez de Bitcoin

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas