Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Curate junta moda e redes sociais em plataforma baseada em Blockchain

Curate junta moda e redes sociais em plataforma baseada em Blockchain

curate style
Blockchain não é mais apenas uma tecnologia usada pelo Bitcoin ou outras criptomoedas, gradualmente ela vem ganhando sua própria importância e abrindo caminho em diferentes indústrias.
 
Muitos não sabem, mas a tecnologia blockchain entrou na indústria da moda fazendo sua estréia na Semana de Moda de Xangai em 2016. A semana de moda fez uma parceria com a VeChain e a BitSE para lançar uma linha de roupas que tinha Chips VeChain embutidos na roupa, esse continham códigos de identidade únicos armazenados na blockchain que poderiam ser digitalizados para confirmar a autenticidade da roupa.

Como o mundo está gradualmente percebendo o potencial da blockchain, ela está começando a ser implementada em várias diferentes indústrias.
 
Uma das suas maiores contribuições para a indústria da moda é a transparência, autenticidade e segurança para as marcas e para os clientes.
 
Novos projetos usando a tecnologia blockchain estão surgindo na indústria da moda para fornecer facilidade nas compras e promover a confiança entre usuários e marcas. Um desses projetos para alavancar a tecnologia é o Curate.
 

O que é a Curate?

O que é a Curate?

Essencialmente, o Curate é uma plataforma de moda descentralizada baseada em blockchain, que usa um contrato inteligente para premiar seus usuários com criptomoedas pelas contribuições e engajamento na plataforma.

A plataforma tem seu próprio token próprio que de chama CUR8. O Curate permite que pequenos e grandes varejistas e marcas exibam seu conteúdo na plataforma descentralizada, de modo a aumentar a visibilidade da marca e as vendas online.

A plataforma já fez parceira com alguns gigantes da moda, como Prada, Gucci, Louis Vuitton e Zara. Os usuários, então, fornecem seus comentários e votam nos estilos de moda. A plataforma recompensa os usuários com BTC, ETH e CUR8.

Curate e redes sociais

Curate e redes sociais

As redes sociais ultimamente vem se envolvendo em vários escândalos de venda de dados dos usuários, sem que ele saiba. Tome, por exemplo, o escândalo de dados do Cambridge Analytica do Facebook.

Muitas plataformas blockchain estão agora tentando proporcionar uma melhor experiência aos usuários e até mesmo recompensá-los por sua contribuição.

A Curate introduziu uma nova dimensão de redes sociais em sua plataforma em que os usuários podem promover e fornecer um feedback genuíno e comentários sobre o conteúdo publicado por varejistas e marcas.

Os usuários terão um perfil semelhante a outras plataformas de mídia social, um painel que mostra os itens enviados, itens curtidos e seguidores e seguidores desse usuário específico.

A marca ou item de moda vai subindo na plataforma de acordo com as
classificações que recebe sobre a qualidade e exclusividade.

Portanto, marcas pequenas podem ganhar reconhecimento através do impacto nas redes sociais.

Conclusão

Conclusão

Pioneiro na indústria da moda, a Curate tenta diminuir as preocupações das marcas e dos compradores de serem expostos ao risco de fraude através falsificação dos produtos.

A plataforma fornece segurança aos usuários através de um sistema chamado RFID, que integrado seu sistema, evitando fraudes e garantindo a autenticidade e genuinidade do produto.

Este notável conceito marca o início de uma transformação radical da
indústria da moda.

Site oficial – https://curate.style/

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas