Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Já conhece o Dash? Ativo está dominando a Nigéria, confira

Já conhece o Dash? Ativo está dominando a Nigéria, confira

nigéria dash bitcoin economia
Foto: Nyancho NwaNri / Reuters

Embora o Bitcoin seja o pioneiro das criptomoedas, dominando o mercado com um preço muito mais alto do que os outros criptoativos, quem está dominando a Nigéria, país africano com cerca de 198 milhões de pessoas, é o Dash. 

Este processo está acontecendo graças à Dash Nigéria, uma organização educacional e promocional sem fins lucrativos que tem como objetivo melhorar o crescimento econômico das nações através do uso desta criptomoeda. 

 

Neste processo, jovens, mulheres, comunidades rurais, a mídia e qualquer um que se interesse pode participar do projeto, que busca explorar as oportunidades que as moedas digitais apresenta para resolver os desafios que o continente africano enfrenta. 

Benefícios da iniciativa 

Benefícios da iniciativa

Com uma infraestrutura precária e falta de métodos de pagamento alternativos para os clientes, a Nigéria enfrenta um aumento nos custos de alimentação e vida, também devido a inflação que começou em 2017.

Os métodos tradicionais de pagamento já não são mais confiáveis para o comércio eletrônico, já que comerciantes são constantemente vítimas de atividades fraudulentas, como fraude de cartão de crédito, por exemplo.

O grande problema é que quando os comerciantes que caem em golpes fraudulentos envolvendo cartões, os bancos costumam pedir ressarcimento e, geralmente, eles são forçados a pagar — resultando em perda no produto e ainda a obrigação de pagar o cliente fraudado.

É aí que entra o DASH, criptomoeda criada em 2014.

As atividades fraudulentas no comércio eletrônico na Nigéria podem ter uma queda massiva devido à esta criptomoeda, que obteve sucesso em tempos de alta volatilidade.

Em meio à tantos problemas que o país enfrenta, Dash é um alívio em meio às complicações trazidas por estruturas de pagamentos tradicionais como dinheiro e cartões de crédito ou débito.

Mas por que não escolher o Bitcoin? 

Mas por que não escolher o Bitcoin? 

Segundo Nathaniel Luz, líder da organização, o Dash foi escolhido para o projeto ao invés do Bitcoin devido a uma extensa lista de vantagens que o ativo tem sobre o queridinho do mercado de criptomoedas. 

Um exemplo disso são as transações do Dash, que demoram apenas alguns segundos para serem efetivadas, enquanto as transações do Bitcoin levam cerca de dez minutos.  

Além disso, o custo das transações do Dash é de apenas alguns centavos, e não há custo extra para pagamentos internacionais. 

Dessa forma, torna-se mais viável pressionar a adoção do Dash pelo varejo, principalmente quando se trata de transações do dia-a-dia. 

Cada vez mais comerciantes adotam a moeda, e já existem mais de 100 lojas que aceitam a criptomoeda na Nigéria, sendo que a maioria é localizada na cidade de Lagos, sudoeste do país. 

No entanto, como citado anteriormente, o projeto vai além da Nigéria, envolvendo outros países do continente africano, como Gana, um país tecnologicamente mais avançado que a Nigéria.

No momento da escrita desta publicação, Dash estava sendo negociado em US$ 112 (cerca de R$ 446).

Leia também: Microsoft está usando blockchain da Ethereum para otimizar Inteligência Artificial e aprendizado de máquinas

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas