Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Porque o Bitcoin não pode ser banido? Entenda

Porque o Bitcoin não pode ser banido? Entenda

bitcoin banimento governo investimento

A ascensão do Bitcoin nos últimos anos tem incomodado os governos e bancos ao redor do mundo. Isso porque o ativo ameaça o a dominância dessas entidades no mercado financeiro, e por isso, muitos países já consideraram — ou estão considerando — banir a criptomoeda. 

Na Índia, por exemplo, o painel do governo recomendou a proibição da moeda digital, enquanto sugeriu a implementação de uma criptomoeda oficial do país para substituir o Bitcoin.

 

Além disso, recentemente foi apresentado um projeto de lei no país que visa sentenciar a 10 anos de prisão qualquer um que “gerar, manter, vender, transferir, emitir ou negociar” bitcoins ou outras criptomoedas.

O Bitcoin não pode ser banido 

O Bitcoin não pode ser banido 

O Bitcoin é uma plataforma de código aberto que não foi criada para ser monitorada. É justamente por isso que governos como o da Índia estão declarando guerra à criptomoeda. 

No entanto, o ativo funciona em modo peer-to-peer (P2P), o que torna muito difícil para que qualquer governo consiga proibi-lo efetivamente.

Isso porque, mesmo que os governos declararem a criptomoeda como inconstitucional, ainda haverá pessoas negociando, já que não é preciso um intermediário, como um banco, por exemplo, para que as transações ocorram.

O Bitcoin percorreu um longo caminho até aqui, para conquistar a confiança de muitas pessoas. Atualmente, não apenas o sistema financeiro está se desenvolvendo, mas também o investimento em bitcoin e P2P está sendo utilizado para apoiar países com economias em combate, como é o caso da Venezuela.

Sendo assim, enquanto houver pessoas que lucram com o Bitcoin, haverá usuários. A moeda resistirá a quaisquer proibições que possam surgir.

Os governos até podem controlar a internet, de certa forma. Eles podem derrubar sites e, em alguns países, governos autoritários podem até bloquear o uso da Internet para a população, mas isso só é possível porque essa tecnologia ainda depende de servidores centralizados que os provedores de acesso à Internet e as regulamentações podem controlar.

No caso do Bitcoin, seu software distribuído foi desenvolvido mundialmente, de uma maneira que se torna difícil ser desativado. O ativo não pode ser banido porque depende da descentralização do nó.  

O engenheiro do bitcoin Jameson Lopp afirmou: 

“O Bitcoin não requer um endereço de e-mail, um nome ou até mesmo um gênero. O Bitcoin não pode banir usuários porque está ciente apenas de chaves aleatórias.”

Enquanto houver pessoas que lucram com o Bitcoin, haverá usuários. A moeda resistirá a quaisquer proibições que possam surgir, porque o governo pode tornar o ativo inconstitucional, mas não pode impedir que as pessoas o usem. 

Leia também: Volatilidade do Bitcoin cai; Estamos próximos de uma nova alta?

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas