Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin Banco anuncia nova política de saques e clientes não estão nada felizes

Bitcoin Banco anuncia nova política de saques e clientes não estão nada felizes

claudio oliveira bitcoin banco criptomoedas bitcoin

O Grupo Bitcoin Banco deixou os investidores novamente inquietos após um anuncio feito em seu grupo oficial no Telegram nesta sexta-feira (6), onde comunica uma política de saques para sua nova plataforma Negocie Coins Pro.

No comunicado, a empresa que já está com os saques travados desde maio deste ano e atualmente responde a centenas de ações judiciais, definiu limites para saques referentes ao valor aportado pelo cliente, como informou o Cointelegraph.

 

Os saques serão de no máximo 5 mil reais e 1 Bitcoin (BTC) por mês, parcelados em quatro saques semanais de 0,25 BTC.

Segundo a empresa, mediante apresentação do Imposto de Renda dos usuários, os valores em tese poderão ser aumentados em negociações que serão avaliadas individualmente.

Investidores estão revoltados 

Investidores estão revoltados 

Logo após o anúncio da nova política, clientes do Grupo manifestaram indignação em diversos grupos sobre o assunto no Telegram e WhatsApp, relatou o site.

Em um dos comentários, um investidor declarou:

“Ficaram 4 meses com nosso dinheiro e BTC e vão devolver somente os aportes externos parcelados, sem juros ou correção. Bando de safado essa turma do GBB".

Já outro usuário questionou como a empresa poderia continuar, “pois ninguém vai querer usar uma plataforma que retém seus lucros”, disse ele.

“Se a ideia era piorar a imagem da empresa para futuros investidores, conseguiram”, afirmou outro investidor.

Frente à irresolução dos problemas envolvendo o Bitcoin Banco, um novo grupo está planejando outro protesto na sede da empresa em Curitiba, no dia 16 de setembro.

“Tudo que existe de ruim nas criptomoedas se resume ao GBB”

“Tudo que existe de ruim nas criptomoedas se resume ao GBB”

O deputado Expedito Neto, relator do Projeto de Lei 2303/15, que visa regulamentar criptomoedas no Brasil, afirmou em uma audiência pública na última quarta-feira (4) que:

“Tudo o que há de ruim no mercado de moedas digitais se resume à atual situação do Grupo Bitcoin Banco.”

Leia também: Atlas Quantum responde primeiro processo por atraso nos saques

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas