Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

McAfee é processado em US$ 100 milhões pelo conteúdo escrito no whitepaper da ZombieCoin

McAfee é processado em US$ 100 milhões pelo conteúdo escrito no whitepaper da ZombieCoin

mcafee criptomoedas bitcoin polícia
Imagem: John McAfee/Twitter

John McAfee recentemente foi pago “uma quantia absurda” para promover e escrever o whitepaper da ICO da criptomoeda China Zombie Coin (CZCOIN), do Centro de Pesquisa de Zumbis do Sul da China.

No entanto, ele parece ter destruído a imagem da empresa, que insiste que zumbis são reais e que podem ser ensinados a usar criptomoedas.

 

Como resultado, McAfee está sendo processado em US$ 100 milhões. Em uma série de tweets, a empresa expressou sua indignação com o ocorrido:

“Iremos processar o Sr. McAfee por nos fazer parecer idiotas. Nós não entendemos porque o whitepaper diz tantas coisas ruins sobre para nós”, disse a empresa. “Essas coisas não são verdade. Nós fazemos pesquisas sérias.”

De acordo com a empresa, que afirma que são necessárias medidas de controle químico para que os zumbis coexistam com humanos, “só a substância psicoativa Catinona possui quaisquer efeitos em zumbis”.

“Exigimos US$ 100 milhões do Sr. McAfee. Ele danificou o nosso trabalho e o risco mundial de ameaça zumbi. Pagamos muito dinheiro adiantado e ele não cumpriu o acordo”, disse a empresa.

Whitepaper

Whitepaper

No documento escrito por McAfee, ele chegou a chamar o conceito da criptomoeda de “o conceito mais absurdo da história das criptomoedas”, alertando investidores para que não invistam “nessa shitcoin!”, escreveu. 

“Só um idiota consideraria — mesmo sob circunstâncias envolvendo a mais extrema distorção da realidade — investir nessa criptomoeda ou em qualquer coisa relacionada à esta abominação.”

Segundo o texto, “se isso não estiver de acordo com os requerimentos da SEC, então nada estará”.

Resposta de McAfee 

Resposta de McAfee 

O programador, por sua vez, alega que suas intenções foram mal interpretadas.

Segundo ele, o objetivo foi de “tirar sarro do envolvimento ridículo da SEC em criptomoedas, escrevendo a única Seção de Isenção de Responsabilidade que poderia atender a seus requisitos”, disse à CNN. 

De acordo com McAfee, ele nunca teve a intenção de menosprezar a China Zombie, e ainda os elogiou por fazer “pesquisas profundas sobre o zumbismo induzido quimicamente”. 

O candidato a presidente dos EUA em 2020 afirma que as pesquisas da empresa “descobriram maus atores em vários países que estão tentando usar produtos químicos de pesquisa avançada para desestabilizar culturas inteiras”.

Leia também: Nova empreitada de John McAfee: Uma criptomoeda do Centro de Pesquisa de Zumbis da China

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas