Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Ambev fecha parceria para reciclagem com uso da Blockchain

Ambev fecha parceria para reciclagem com uso da Blockchain

Por J.S

A startup Green Mining anunciou, em parceria com a Cervejaria Ambev, um projeto para reciclar vidros usando a tecnologia Blockchain.

O CEO da Green Mining, Rodrigo Oliveira afirmou que:

 

"A logística reversa é uma tendência em todo o mundo, em que as empresas se responsabilizam pelo retorno das embalagens pós consumo ao ciclo de produção. Temos tido forte adesão e a ideia é levar para outros grandes centros consumidores"

A tecnologia Blockchain é utilizada para identificar os locais com maior geração de residuos, os vidros recolhidos são 100% reaproveitável, gerando mais economia, além de evitar um alto gasto de energia e emissão de CO2. 

"O consumo de energia para produzir 1 tonelada de vidro é de cerca de 200 kWh, o que equivale a mais de 12 anos de uma televisão ligada, 24 horas por dia. O número também se repete quando falamos em gás carbônico. Com a quantidade retirada até então, evitou-se a emissão de 25 toneladas de CO2 na atmosfera", afirmou o CEO da Green Mining

O Programa

O Programa

A parceria faz parte do programa global 100+Accelerator, da cervejaria Ambev, o qual selecionou 21 startups em todos os continentes para resolver questões mundiais urgentes em sustentabilidade pontuadas pela companhia.

De acordo com a Folha de Alphaville, todas as fases do processo são garantidas por sistema de certificação que usa tecnologia Blockchain e os funcionários são ex-catadores de rua que foram capacitados pelo programa “Reciclar para Capacitar” da Amlurb. 

Sobre os planos futuros da startup, o CEO disse que:

"Já temos avançado no plano para trazer o projeto para Barueri, onde fica a matriz de nossa startup, mas sem data prevista. Pretendemos levá-lo à América Latina e América do Norte em até cinco anos."

Coleta

Coleta

A coleta funcionará de forma que, com o mapeamento dos locais já definidos, os coletores retiram e depositam os vidros em grandes caçambas. Quando cheias, são levadas direto à fábrica de vidros da própria cervejaria Ambev, no Rio de Janeiro, devolvendo o material à cadeia produtiva da empresa.

Leia também: Famosa ex-atriz pornô divulga Bitcoin em camarote de jogo da Premier League

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas