Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Casal acusado de aplicar golpe de R$ 40 milhões em SP é preso pela Polícia Civil

Casal acusado de aplicar golpe de R$ 40 milhões em SP é preso pela Polícia Civil

casal pirâmide bitcoin criptomoedas goiania
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um casal acusado de aplicar golpe milionário de pirâmide financeira em Jacareí (SP) foi preso pela Polícia Civil de Goiânia.

Segundo publicação do G1, Tatiane Soares Ramos e Rafael Cunha Ramos, são acusados de causar um prejuízo de cerca de R$ 40 milhões.

 

A dupla, que estava foragida desde julho, foi encontrada na última segunda-feira (16) em um apartamento no bairro Cândida de Morais. 

De acordo com o GOI (Gerência de Operações e Inteligência), Tatiane e Rafael não reagiram às prisões. Contudo, por se tratar de uma operação de inteligência, a Polícia Civil declarou que não pode revelar de que forma chegou até o casal, relatou o G1. 

“Tínhamos indícios de que eles poderiam estar em Goiânia. E hoje fomos comunicados pelo GOI que foram cumpridos os mandados de prisão preventiva”, disse o delegado Pedro de Fátima Silva, do 1º Distrito Policial de Jacareí.

Cerca de 100 vítimas do golpe aplicado pelo casal procuraram a delegacia para reportar o crime, disse o delegado. 

O golpe

O golpe

As vítimas contam que compraram supostos pacotes de investimentos em uma empresa do setor têxtil, sediada em São Paulo.

Tatiane, que já teve várias lojas de roupas em Jacareí, gerenciava a empresa e fazia promessas de retorno que iam entre 30% até “80% sobre o valor investido — isso em menos de um mês”, disse o delegado.

“Era um esquema de pirâmide que oferecia o retorno de juros altíssimos fora do que é ofertado no mercado.”

Assim que o esquema começou a desmoronar, a empresária, que também firmava os contratos de investimento, disse aos investidores que ela tinha ‘quebrado’. 

Depois de prometer que estaria estudando uma forma de pagar a dívida, Tatiane desapareceu. 

Em julho, a Justiça decretou a prisão do casal e quebra de sigilo bancário dos dois depois da abertura de uma ação movida por um cliente que perdeu R$ 140 mil no esquema. 

Leia também: Transações com criptomoedas acima de R$4.000 serão monitoradas

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas