Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Outra pirâmide na área? Conheça a Monedhe e entenda como a empresa funciona

Outra pirâmide na área? Conheça a Monedhe e entenda como a empresa funciona

monedhe forex pirâmide bitcoin

Em meio ao surgimento de tantos golpes financeiros no Brasil que utilizam as criptomoedas para atrair vítimas aproveitando-se do artifício de promessas de altos lucros em investimentos, a população se torna cada vez mais receosa.

Muitos investidores que acompanham o Criptonizando já entraram em contato com a equipe em busca de informações sobre algumas empresas para saber se elas se tratam de pirâmides financeiras ou não, e entre elas está a Monedhe.

Embora caiba às autoridades fiscalizar a idoneidade das empresas que operam no país, nós recentemente publicamos um passo a passo para ajudar os investidores na identificação de possíveis pirâmides financeiras.

Hoje, no entanto, explicaremos como funciona esse novo negócio que está surgindo no mercado.

Monedhe

Monedhe

Lançada oficialmente em julho de 2019, a Monedhe é uma empresa de marketing multinível que promete aos investidores lucros de 35% ao mês durante 6 meses.

Para se cadastrar no negócio que bonifica seus clientes com 8% a cada novo investidor indicado, o usuário precisa do login de seu ‘patrocinador’, ou seja, a pessoa que lhe apresentou a empresa.

Depois, se quiser receber os lucros, é preciso comprar pelo menos um dos oito pacotes oferecidos, que vão de R$ 40 a R$ 10.000, sendo que os rendimentos aumentam dependendo do valor aplicado, segundo o site da empresa.

A partir daí, a Monedhe promete que os rendimentos diários de 1,5 a 3% são pagos no escritório virtual da plataforma e podem ser sacados para a carteira quando o investidor quiser. Se não, ele receberá o lucro mensal em sua conta bancária até dobrar o valor aplicado.

Ou seja, de acordo com a empresa, se você investir R$ 40, receberá os rendimentos até atingir o valor de R$ 80, e então terá de adquirir um novo plano para continuar ganhando.

Sistema de premiação

Sistema de premiação

A empresa que se apresenta como uma “revolução do multinível” também promete prêmios aos investidores.

Segundo a Monedhe, cada pacote comprado conta com uma quantia de ‘pontos’ que eventualmente poderão ser trocados por ostensivos prêmios que vão de iPhone X à viagens internacionais e carros de luxo, sendo que para conquistar o último é preciso acumular 2.400.000 pontos.

Embora as promessas de altos retornos em pouco tempo e o sistema de bônus por indicação da empresa sejam suspeitos, essa não é a pior parte.

Forex

Forex

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é responsável por regulamentar todos os mercados financeiros do Brasil. O mercado Forex, no entanto, não é regulamentado.

Dessa forma, é ilegal que empresas sediadas no país ofereçam essa modalidade de investimentos de alto risco ou captem clientes no solo brasileiro.

Monedhe, por sua vez, se apresenta como uma empresa de Forex, mas de acordo com o CNPJ da empresa (21.267.589/0001-69), sua sede fica no Rio Grande do Sul. A prática, portanto, configura crime.

Diversos seguimentos

Diversos seguimentos

Sem registro no Reclame Aqui, a empresa divulga outros vários serviços. Entre eles estão: 

  • Monedhe Bank: Um banco digital de criptomoedas no qual os clientes supostamente podem investir, vender ou transacionar as moedas digitais;
  • Maquininha de pagamento que recebe criptomoedas e promete quatro formas de rendimento para o cliente da empresa; 
  • MoneBroker: Plataforma de negociação que promete 90% de rentabilidade;
  • Robô de arbitragem; 
  • Revenda de produtos físicos que podem ser comprados com desconto e revendidos pelo usuário.
  • Operações binárias com promessa de lucro de 30% da perna menor.

 

De acordo com o cadastro no CNPJ, os sócios Eron Luis da Rosa e Ana de Fátima da Rosa investiram apenas R$ 10.000 no início das atividades da empresa que foi lançada há apenas quatro meses e diz contar com “um time de profissionais especialistas em tecnologia, design e estratégias de negócios”.

Leia também: Genbit: ‘Possível golpe’, diz Justiça em decisão de bloqueio de contas bancárias da empresa

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas