Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Empresa de criptomoedas e Chapecoense desistem de acordo de patrocínio

Empresa de criptomoedas e Chapecoense desistem de acordo de patrocínio

Por Mirian Romão

A criptomoeda USD Soccer não pagou o patrocínio acordados com mais de 10 times de futebol brasileiro, conforme relatou o Cointelegraph. 

A empresa de criptomoeda promete o pagamento do patrocínio, acordado há dois meses, para abril do ano que vem.

Segundo o jornalista Rodrigo Goulart, do portal Diário do Iguaçú, a Chapecoense anunciou o patrocínio no começo de novembro. Nessa época, o Atlético-GO e Vila Nova também estavam negociando com a criptomoeda USD Soccer. 

O valor seria de R$5,9 milhões, pago em uma vez, mas de acordo com o presidente do clube da Chapecoense, Paulo Magro, depois que foram feitas as assinaturas do contrato e o suposto depósito do patrocínio, “outras barreiras burocráticas travaram a utilização”. 

Segundo o jornalista Rodrigo Goulart, do portal Diário do Iguaçú, a Chapecoense anunciou o patrocínio no começo de novembro. Nessa época, o Atlético-GO e Vila Nova também estavam negociando com a criptomoeda USD Soccer. 

O valor seria de R$5,9 milhões, pago em uma vez, mas de acordo com o presidente do clube da Chapecoense, Paulo Magro, depois que foram feitas as assinaturas do contrato e o suposto depósito do patrocínio, “outras barreiras burocráticas travaram a utilização”. 

Recentemente, a confederação Brasileira de Futebol processou a empresa All Invest, acusada de pirâmide financeira, por não cumprir o patrocínio de R$12 milhões acordado pelos naming rights da Copa Verde, que reúne times do Centro-Oeste, Norte e Espírito Santo. 

Leia também: França se rende às criptomoedas e testará euro digital em 2020

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias