Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

França se rende às criptomoedas e testará euro digital em 2020

França se rende às criptomoedas e testará euro digital em 2020

frança euro digital criptomoedas bitcoin

François Villeroy Galhau, governador do Banco da França, anunciou na quarta-feira (04) que uma moeda digital para instituições financeiras será testada em 2020 pelo banco central.

O anúncio foi feito durante uma conferência organizada por dois grandes reguladores franceses: a Autoridade Francesa de Supervisão e Resolução Prudencial e a Autorité des marchés financiers (regulador do mercado de ações da França).

 “Nós pretendemos começar o experimento rapidamente e lançar uma chamada de projetos (para participantes do setor privado) até o final do primeiro trimestre de 2020”, disse Galhau. A notícia foi confirmada pelo Banco da França no Twitter.

Inicialmente, o projeto do euro digital será usado entre bancos, e não pelos cidadãos comuns. De acordo com o governador do Banco da França, uma moeda digital para clientes de varejo “estaria sujeita a vigilância especial”, e acrescentou:

“Limites nos valores de transações anônimas, como já é feito na França para pagamentos em dinheiro eletrônico ou em dinheiro físico, podem ser introduzidos para esse fim”, afirmou.

Três vantagens do euro digital

Três vantagens do euro digital

Galhau apontou ainda três vantagens sobre a criação de um euro digital. A primeira, segundo ele, é que poderia garantir o acesso do cliente ao dinheiro do banco central, onde o dinheiro está perdendo espaço.

Em segundo, poderia ser mais eficiente tokenizar o euro, particularmente para atividades de liquidação e pós-mercado.

Já a terceira vantagem para Galhau, é que manteria a soberania dos bancos centrais à luz de rivais como a Libra do Facebook, cujo desenvolvimento está ameaçado de bloqueio pela França, sob o argumento do ministro de finanças do país, Bruno Le Maire, de que a stablecoin ameaça a “soberania monetária”.

Galhau quer que a França se torne o primeiro país a emitir uma criptomoeda do banco central (CBDC). Contudo, isso coloca o país numa disputa com a China e seu Renminbi digital.

Leia também: Dominância global do dólar será seriamente ferida pela moeda digital da China, diz simulação de ex-membros do governo

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias