Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Empresa suspeita de pirâmide com bitcoin que foi divulgada pela Record é proibida de captar clientes e de fazer anúncios

Empresa suspeita de pirâmide com bitcoin que foi divulgada pela Record é proibida de captar clientes e de fazer anúncios

Depois de ter sido divulgada por emissoras como Record, Band e SBT, a Investimento Bitcoin, suspeita de operar um esquema de pirâmide financeira, foi proibida pela Justiça de São Paulo de captar novos clientes e de fazer anúncios publicitários.

Com promessas de rendimento de até 7% ao dia e 30% mensais por meio de investimentos em bitcoin, a empresa, que também anunciou em portais de notícias como IG e UOL, vem sendo investigada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) desde abril deste ano.

Em decisão nesta segunda-feira (09), o desembargador Paulo Grava Brazil, do Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou que a Investimento Bitcoin “suspenda a adesão a novos investidores/consumidores” e que os veículos de comunicação deixem de divulgar publicidade da empresa.

A decisão foi tomada a partir do entendimento de que há “consistentes indícios de publicidade enganosa” vindo da empresa de marketing multinível. Por ser uma medida cautelar, a determinação visa evitar que as possíveis irregularidades da empresa continuem acontecendo.

“O perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo deve ser presumido, mormente quando se vê o potencial risco de lesão a número indeterminado de consumidores/investidores”, argumenta a decisão.

O esquema que teve sua plataforma criada em 2018, foi divulgado pelos apresentadores Rodrigo Faro (Record) e José Luiz Datena (TV Bandeirantes) nos últimos tempos. Com a nova decisão, os canais de mídia deverão retirar propagandas sobre a empresa.

Em setembro deste ano, o Criptonizando noticiou que a Investimento Bitcoin estava prometendo lucros de 500% para investidores que aplicassem US$ 10 mil no esquema.

A empresa já conta com mais de 700 queixas no site Reclame Aqui, sendo que a maioria se refere à impossibilidade de saque na plataforma.

Em outubro, um investidor que aplicou mais de R$ 2.000 no negócio, disse não conseguir sacar seu dinheiro, e afirmou que teria sido motivado a investir porque viu o anúncio ‘no Rodrigo Faro’, e acrescentou:

“Perdi pouco, R$2mil, imagina o quanto de gente que perdeu mais.”

Leia também: Líder de pirâmide que lucrou R$ 3 bilhões acaba preso depois de chamar investidores de “burros e idiotas”

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias