Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Proposta do Banco Central pode permitir saque de bitcoins em caixas eletrônicos no Brasil

Proposta do Banco Central pode permitir saque de bitcoins em caixas eletrônicos no Brasil

caixa-eletronico-bitcoin-criptomoedas-brasil-saque-banco-central

O Banco Central do Brasil lançou uma Consulta Pública sobre uma proposta de sistema que visa garantir a interoperabilidade de caixas eletrônicos para que fintechs, pequenas e médias empresas também possam usar a rede no país.

Caso a medida seja implementada, fintechs e empresas de criptomoedas poderão liberar ‘saques’ em bitcoins, por meio do uso do sistema para fazer a conversão de criptomoedas para Reais.

A proposta altera o Regulamento anexo à Circular nº 3.682, de 4 de novembro de 2013, para disciplinar a modalidade de arranjo de pagamento de “saque e aporte” no âmbito dos arranjos integrantes do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

Segundo o Banco Central, o objetivo é trazer mais competição ao sistema financeiro e permitir que instituições de menor porte, que hoje enfrentam dificuldade em oferecer serviços de ‘saques’ em dinheiro físico para os clientes, acessem a rede disponível.

Conforme declarou o diretor de organização do sistema financeiro e resolução do BC, João Manoel Pinho de Mello ao jornal Valor:

“Há evidências de que instituições de menor porte têm enfrentado dificuldade em dar acesso a esses serviços a seus clientes.”

A proposta de Circular ficará em consulta pública até 14 de fevereiro de 2020. Para acessar o Edital da Consulta Pública 75/2019, clique aqui.

As empresas Atar, Alterbank e Uzzo já fazem a conversão dos criptoativos para Reais usando as gigantes Mastercard, Visa e Ello.

Leia também: Banco se nega a devolver herança de R$ 1 milhão a idoso após erro que enviou o dinheiro para a conta errada

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias