Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

5 mil vítimas de pirâmide financeira com bitcoin pedem restituição pelo governo

5 mil vítimas de pirâmide financeira com bitcoin pedem restituição pelo governo

 

A polícia de Uganda efetuou a prisão do diretor da empresa de criptomoedas Dunamiscoin Resources Limited, por acusações de fraude e esquema de pirâmide financeira. Mais de mil investidores e funcionários foram enganados nos investimentos. 

Segundo relatório, o diretor Samson Lwanga foi preso perto do escritório da empresa e tem cooperado com as investigações, a Polícia está em busca de outros quatro líderes da Dunamiscoin.

De acordo com a Polícia, a prisão ocorreu antes de reembolsarem o dinheiro dos investidores, pois a Autoridade de Inteligência Financeira de Uganda congelou as contas, impossibilitando o acesso ao dinheiro. 

O relatório da fraude também revelou que a empresa pode ter feito mais de 10 mil vítimas e arrecadou cerca de US$ 2,7 milhões (UGX 2 bilhões), um mês após a inauguração a empresa fechou o escritório deixando os funcionários e os investidores no prejuízo.

O advogado de Lwanga, Arthur Mpeirwe, afirmou que a empresa tinha dinheiro suficiente para pagar seus clientes, o Banco de Uganda confirmou que a empresa tinha US$2,7 milhões, a mesma quantidade de dinheiro que as vítimas perderam. 

Os clientes da Dunamiscoin entraram com uma petição ao Parlamento de Uganda pedindo reembolso do dinheiro perdido. 

Para eles, o governo licenciou a empresa e deu a autorização para trabalhar como uma instituição financeira e não tomaram as medidas necessárias para evitar a fraude. 

As vítimas afirmam que confiaram na empresa por conta da motivação e indicação do presidente, Yoweri Museveni, que incentivava o investimento na Dunamiscoin em anúncios nas redes sociais. 

Leia também: O BitcoinCasino.io está fazendo ondas no mundo dos cassinos online

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias