Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Funcionário é preso após roubar R$ 3 milhões em Bitcoin de exchange por insatisfação com a gerência

Funcionário é preso após roubar R$ 3 milhões em Bitcoin de exchange por insatisfação com a gerência

Rússia+roubo-ladrão-funcionário-exchange-corretora-bitcoin-criptomoedas

Dois homens foram presos pela polícia sob acusação de roubo de 78 milhões de ienes (cerca de R$ 3 milhões) em Bitcoin da corretora japonesa CoinExchange, que fechou as portas no final do ano passado.

Yuto Onitsuka, 25, ex-funcionário da corretora, teria cometido o roubo com a ajuda de Takuma Sasaki, 28, segundo publicação do Japan Times.

Onitsuka conhecia as credenciais de acesso para as carteiras da CoinExchange e as usou para solicitar saques de Bitcoin de uma das carteiras quentes da corretora.

O roubo de cerca de 100 Bitcoins aconteceu em outubro de 2018, quando o preço do ativo estava em torno de US$ 6.400. No entanto, segundo a matéria, os ladrões nunca se conheceram pessoalmente, e se comunicaram apenas através de um quadro de avisos online.

A CoinExchange fechou no ano passado após acumular perdas devido ao mercado em baixa, mas de acordo com as declarações de Onitsuka, o roubo pode ter antecipado a falência da corretora.

Com o furto, o ex-funcionário também tinha como objetivo protestar contra a gerência da companhia. Acredita-se que parte dos BTCs roubados foram lavados.

Fontes sugeriram que Onitsuka queria levar a empresa à falência por conflitos internos e divergências, segundo a matéria. De fato, os saques em Bitcoin foram um golpe na empresa que já ia mal.

Leia também: Golpista usa nome de famosa vendedora P2P brasileira para roubar criptomoedas

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias