Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Homem mais rico da Rússia recebe autorização para emitir seu próprio token

Homem mais rico da Rússia recebe autorização para emitir seu próprio token

russia-criptomoeda-token-criptoativo-moedadigital-exchange-plataforma-vladimirpotanin-homem-mais-rico

Vladimir Potanin, considerado o homem mais rico da Rússia pela revista Forbes, recebeu a aprovação do Banco Central do país para lançar sua própria criptomoeda e plataforma baseada em blockchain.

A notícia pode ter pego muitos de surpresa, já que há apenas alguns dias, o Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB), se juntou ao banco central para potencialmente banir o status das criptomoedas como meio de pagamento no país.

De acordo com a publicação do Bloomberg, o bilionário explicou as suas intenções de desenvolver tokens de criptomoedas em diversas ocasiões, com o objetivo de ajudar clientes a comprar metais com tokens sem qualquer dificuldade.

Por meio do lançamento de seu próprio token, Potanin planeja expandir sua plataforma chamada Atomyze, reduzindo a papelada e os intermediários, além de acelerar o tempo de transação usando a moeda como meio de pagamento para passagens aéreas, metais, entre outros.

A Atomyze é baseada na blockchain do Hyperledger Fabric, da IBM, e deve entrar em operação no final de 2020, mas ainda deve passar pela lei que a Rússia está desenvolvendo, embora já tenha o aval do banco central, que realizou testes por cerca de quatro meses antes de permitir a emissão do token.

A emissão de tokens lastreados em paládio, cobre e cobalto será uma iniciativa inédita para a empresa que estará presente também na Suíça e EUA, apenas para clientes institucionais.

“Nosso projeto é de grande importância para a economia, porque quanto mais fáceis são os produtos novos, mais rapidamente são produzidos”, afirmou.

Vladimir Potanin é sócio de uma das maiores empresas de mineração, a MMC Norilsk Nickel, e conta com uma fortuna estimada em quase US$ 30 bilhões, tendo atingido a posição de homem mais rico da Rússia no início do mês de fevereiro.

O bilionário estima que os tokens criptográficos representariam um quinto de todas as vendas da Nornickel, que é o maior produtor mundial de paládio e níquel refinado. 

Leia também: Economia digital é prioridade para a Rússia, diz novo primeiro-ministro

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias