Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Blockchain e Big Data entram nas diretrizes de ensino e pesquisa do Brasil, entenda

Blockchain e Big Data entram nas diretrizes de ensino e pesquisa do Brasil, entenda

govero-brasil-fintech-2020-blockchain-tecnologia-mercado financeiro

Matérias ligadas à blockchain, Big Data e Inteligência Artificial foram inseridas no Programa de Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

Isso aconteceu por meio de uma resolução do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (06).

O documento ressalta que esses temas deverão ser prioridades do governo, que busca “tratar de novas capacitações onde o país precisa desenvolver competências”.

No entanto, fomentar e coordenar parceria entre academia e indústria será um desafio, segundo o Comitê da Tecnologia da Informação do MCTIC.

Além disso, serão promovidas parcerias entre instituições nacionais e internacionais para trabalhar temas ligados à internet avançada, afirma o Comitê, explicando que o tema abordará diversas áreas como Blockchain, Big Data/Data Analytics, Inteligência Artificial e Internet das Coisas (IoT).

Através de equipes de alunos de graduação, mestrado e doutorado, a comunidade científica será integrada, podendo atuar nas universidades ou nas empresas.

“É um grande desafio disseminar os resultados não apenas academicamente, mas também em áreas como indústria e governo, os quais possam ter interesse nos resultados e soluções elaboradas no contexto dos projetos”, diz o governo.

Outro ponto importante, é que investimentos privados farão parte da iniciativa, visando a elaboração de projetos ligados as tecnologias disruptivas como a blockchain.

O RNP coordenará o programa que deve buscar e incentivar a participação de empresas em âmbito local, universidades e instituições de pesquisa científica e tecnológica (ICTs) visando parcerias e execução de projetos.

“O objetivo aqui é, ao se diminuir as distâncias entre academia e setor produtivo, levar à inovações tecnológicas em Internet Avançada capazes de gerar riquezas, mercados, e potencial competitivo brasileiro em nível internacional na área de TIC”, diz o MCTIC na resolução.

Leia também: Urgente: Dono da pirâmide Telexfree é preso pela Polícia Federal no RJ após ordem do governo dos EUA

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias