Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Projeto em blockchain pode ajudar a rastrear o coronavírus

Projeto em blockchain pode ajudar a rastrear o coronavírus

O Public Health Blockchain Consortium (PHBC) anunciou o “VirusBlockchain.com”, que pretende rastrear comunidades para garantir que elas fiquem livres de vírus, bactérias e fungos, incluindo o coronavírus (COVID-19), conforme reportou o Decrypt

De acordo com o anúncio, o PHBC são prestadores de serviços de saúde inovadores que coletam, armazenam e analisam com segurança os dados anônimos de saúde nos registros da tecnologia blockchain conectados à PHBC, com o intuito de eliminar doenças e melhorar a vida das pessoas. 

O PHBC convidou parceiros a se juntarem à blockchain e disse que apresentará resultados das comunidades e locais de trabalho participantes em uma conferência no próximo ano. 

O VirusBlockchain usará certificados de organizações de segurança e órgãos governamentais que estão monitorando casos para “identificar automaticamente zonas”, como comunidades e empresas consideradas livres de doenças infecciosas.

O sistema integra informações em tempo real de fornecedores de vigilância de vírus, com dados geográficas de inteligência artificial (IA) e sistemas de informações (SIG).

Segundo o CEO da Qlikchain, empresa que administrará a blockchain, Ayon Hazra, “as comunidades e locais de trabalho podem manter esse status de zona segura se restringirem o acesso a pessoas identificadas anonimamente e só permitirem o movimento de ir para outras zonas seguras”.

Com um sistema de vigilância diferente dos tradicionais que focam nas pessoas infectadas, o VírusBlockchain irá se concentrar nas pessoas não infectadas, com o objetivo de restringir seu retorno se elas passaram por áreas conhecidas como infectadas.

As pessoas que entrarem em área infectada deve permanecer em quarentena antes de voltar para a zona segura, conforme anunciou Hazra. 

Contudo, a empresa não deixa claro como o sistema vai rastrear pessoas identificadas anonimamente.

Leia também: Maior minerador da Ethereum nos EUA redireciona 6.000 GPUs para o combate ao coronavírus

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias