Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Por que um brasileiro está comprando Bitcoins presos em uma exchange falida?

Por que um brasileiro está comprando Bitcoins presos em uma exchange falida?

bitcoin-brasil-mt-gox-exchange-falida-btc-criptomoedas-dinheiro-investimento-notícias-

Investir, tanto no mercado tradicional como no mercado de criptomoedas, significa estar atento às oportunidades e estudar suas alternativas. Pensando nisso, um brasileiro decidiu comprar bitcoins presos em uma exchange falida desde 2014.

Embora possa parecer contraintuitivo à primeira vista, o fato é que o catarinense Rômulo Nesi, que hoje vive na Europa, decidiu fazer essa aposta adquirindo contas de antigos clientes da Mt Gox.

Segundo publicação do Portal do Bitcoin, Nesi que trabalha com bitcoin desde 2012, negociando diretamente com pessoas (P2P) ou em mercados OTC, já foi um cliente da exchange japonesa outrora maior corretora de criptomoedas do mundo, e começou a comprar as contas de outros investidores há dois anos.

Onde está a oportunidade?

O brasileiro começou a conhecer mais de perto o processo da Mt Gox com a ajuda de um escritório de advocacia, e, atualmente, os administradores esperam um ressarcimento de 14% do valor investido em bitcoin na exchange, e de 100% no que estiver em moeda fiat.

Contudo, Nesi ressalta que algumas pessoas precisam do dinheiro antes, enquanto outras já cansaram de esperar. E acrescenta:

“Não tem como tirar o dinheiro de lá amanhã, vai levar muito tempo ainda”, afirma.

É essa parcela de clientes que aceita vender a sua conta, recebendo, em média, US$450 do brasileiro por bitcoin preso na exchange. Na época, o BTC custava cerca de US$500 (entre US$800 e US$900 na cotação atual do dólar).

O que fazer com esses bitcoins

Não há uma data determinada para o pagamento dos clientes da Mt Gox. Embora haja um plano de recuperação para quitar as dívidas da exchange, as datas para acerto de contas são sempre adiadas por ações judiciais.

Mas Nesi vê a oportunidade como um investimento, confiando na valorização do bitcoin e no pagamento dos valores, aponta a matéria.

“Vai demorar uns anos, mas com certeza o governo [japonês] vai soltar”, afirma. “Por experiência, esse ano o bitcoin vai fechar em uns US$30 mil a US$40 mil.”

O brasileiro, no entanto, não é o único interessado. O Fortress, fundo de investimentos dos EUA, vem oferecendo US$1.300 por Bitcoin preso na exchange, segundo o Bloomberg.

Leia também: A carteira com R$ 3,5 bilhões em Bitcoin que ninguém quer tocar

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias