Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Índice do Bitcoin mostra sinal de compra

Índice do Bitcoin mostra sinal de compra

mercado-bitcoin-criptomoedas-meubank-usuários-clientes-volume-brasil-negociação-compra-venda-trade

Após a queda do bitcoin, indicadores técnicos estão sinalizando desenvolvimento potencialmente positivos para as criptomoedas, principalmente ao longo prazo, conforme reportagem da Bloomberg

A perspetiva de alta em um cenário após o surto de coronavírus seria na visão de alguns analista uma realidade. A estimativa é que as criptomoedas chega junto com o bitcoin e comece sua recuperação após um mês ruim. 

De acordo com o indicador de convergência e divergência (GTI Vera), que mede os turnos para cima e para baixo, o Bloomberg Galaxy Crypto Index emitiu seu primeiro sinal de compra em mais de três meses. Além disso, encerrou a tendência de vendas mais fortes desde o final de julho. 

Quando o indicador Bloomberg Galaxy Crypto, aponta sinal de compra, uma explosão no mercado pode acontecer e isso pode acontecer  com o Bitcoin em breve.

Com o bitcoin caindo mais de 2% em março, as criptomoedas estão sob pressão este ano, os investidores tentam avaliar o preço da crise causada pela pandemia.

Ainda assim, muitos investidores continuam otimistas com as criptomoedas, já que os bancos centrais de todo o mundo tomam medidas sem precedentes para fortalecer suas economias. 

O investidor bilionário Mike Novogratz, da Galaxy Digital Holding Ltd, comentou que aproveitou as quedas recentes do bitcoin para comprar a criptomoeda.

“Os bancos centrais continuam imprimindo dinheiro e direcionando-o através de redes caras de pessoas e bancos, aumentando ainda mais a dívida. Uma moeda descentralizada como o Bitcoin quebra esse ciclo de vazamento de dinheiro”. 

Para Christel Quek, diretor comercial e co-fundador da Bolt Global “vejo criptomoedas emergindo mais fortes depois que a pandemia se instala”.

O bitcoin caiu 6,7% nesta semana para negociar cerca de US$6.346. Segundo o diretor de operações da DigitalMint, Don Wyper, “o bitcoin é muito mais valioso do que o preço atual, mas ainda é um ativo e tecnologia relativamente nova. No curto prazo, a volatilidade ainda é o nome do jogo”. 

Entusiastas e analistas estão ansiosos e com pensamento positivo para a chegada do halving do bitcoin, que pode valorizar ainda mais a criptomoeda. 

A Coin Metrics destacou que o preço do bitcoin poderá ter interferências dos mineradores. Com menos moedas geradas após o halving, muitos irão operar na margem de rentabilidade, o que aumenta a pressão de vendas do bitcoin. 

Contudo, o cenário ao longo prazo poderá ser muito positivo para a criptomoeda, isso dependerá do ajuste da rede e dos mineradores. 

Leia também: 3 maneiras do bitcoin crescer após a crise econômica

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias