Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Binance responde à acusação de desvio de milhões em criptomoedas

Binance responde à acusação de desvio de milhões em criptomoedas

Binance empréstimos-criptomoedas-exchange-acusação-roubo

A Binance, principal exchange de criptomoedas do mercado, acusada por um usuário nessa semana, de ter desviado R$4,5 milhões em fundos congelados de sua conta, agora respondeu às alegações do cliente.

Em um longo comunicado, a corretora comandada por Changpeng ‘CZ’ Zhao reagiu, apresentando o seu lado da história, onde admite que a conta do cliente foi bloqueada, mas afirma que a ação foi tomada devido a uma investigação das autoridades sul-coreanas.

Golpe fraudulento

De acordo com a Binance, o congelamento dos fundos, que teria acontecido em novembro de 2018, ocorreu a pedido da polícia da Coréia do Sul, após um projeto de criptomoedas do país perder 3.995 Ethereum (ETH) ao cair em um golpe de listagem.

Os responsáveis pelo projeto entraram em contato com as autoridades, que encontraram um suspeito cuja identidade não pôde ser confirmada.

O que aconteceu é que o sujeito obteve acesso não autorizado aos e-mails internos do projeto e descobriu que estavam tentando listar o token em várias exchanges, incluindo a Binance, e então começou a se passar pela exchange.

Ao enviar e-mails em nome da Binance, comprometendo-se a listar o token em troca de uma taxa, o suspeito conseguiu cerca de 10 bilhões de Wons Coreanos em ETH (quase R$42 milhões) dos responsáveis pelo projeto.

Quando o golpe foi denunciado, a polícia sul-coreana descobriu que um usuário Binance, referenciado como “BK” no comunicado, havia recebido “a maioria dos fundos roubados”.

Por isso, em18 de janeiro de 2019, as autoridades locais solicitaram que os valores fossem transferidos da conta do usuário para a vítima – o que a empresa fez, além de informar BK sobre o pedido e aconselhá-lo a entrar em contato com a agência policial local.

Alguns meses depois, em abril, a polícia da Ucrânia, onde mora o usuário, entrou em contato com a Binance em nome de BK. A explicação da Binance, no entanto, foi satisfatória para as autoridades ucranianas, que agradeceram a cooperação e informaram que não era necessária mais assistência, diz o comunicado.

Por fim, a exchange diz que trabalha em estreita colaboração com as agências policiais em todo o mundo, e está pronta para “fornecer informações e documentação adicionais, se solicitadas, a fim de combater a fraude e levar justiça a esses casos”, mas acrescenta:

“A Binance não hesitará em tomar medidas legais contra qualquer pessoa que deliberadamente manche sua reputação por meio de deturpação ou desinformação.”

Leia também: Nova lista de bilionários da Forbes tem 4 em criptomoedas

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias