Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin sobe quase 10% depois de ser criticada por Goldman Sachs

Bitcoin sobe quase 10% depois de ser criticada por Goldman Sachs

Nasdaq-fundacao-direitos-humanos-Bitcoin sobe quase 10% depois de ser criticada por Goldman Sachs

O bitcoin está subindo mais de 8% desde a crítica feita por Goldman Sachs em uma teleconferência com investidores, a criptomoeda subiu da marca de US$8.800 para US$9.412, conforme reportou o Cointelegraph

Na teleconferência, Goldman Sachs afirmou que o bitcoin não tem legitimidade, não force fluxo de caixa, não fornece diversificação e não mostrou nenhuma evidência capaz de ser um hedge de inflação. 

Os traders da comunidade de criptomoeda ignorou a declaração do Goldman Sachs. Segundo o cofundador da Gemini, Cameron Winklevoss, afirma que essa análise está desatualizada. 

“Hey Goldman Sachs, 2014 acabou de ligar e pediu seus pontos de volta. O Bitcoin foi declarado uma mercadoria pela CFTC em 2015 … então sim, é um ativo cujo preço é definido por oferta e demanda. Igual a ouro. Assim como o petróleo. É uma mercadoria.

A CSO da Coinshares, Meltem Demirors, discordou das críticas do Goldman Sachs de que o bitcoin era usado para lavagem de dinheiro. 

“Goldman Aachs: admite culpa no escândalo jho lo / 1MDB, onde US $ 6,5 bilhões foram lavados, paga uma das maiores multas de todos os tempos também goldman sachs: bitcoin é ruim porque foi usado para lavagem de dinheiro, o que também é ruim. 🤪 SELVAGEM 🤪”. 

O aumento do preço do BTC pode estar relacionado também as notícias recentes de outra instituição financeira. A análise divulgada pela Grayscale, mostrou que a empresa está comprando bitcoin a uma taxa equivalente a 150% do novo BTC criado desde o halving. 

O Goldman Sachs pode acabar seguindo os passos do banco JPM, onde proibiu a criptomoeda no início, mas logo depois cedeu.

Em 2017, o CEO do JPM, Jamie Dimon, disse que demitiria qualquer funcionário pego negociando com bitcoin, porque era contra as regras da empresa. 

Contudo, a empresa adotou as criptomoedas, oferecendo serviços bancários para Coinbase e Gemini. Em sua recente análise relatou que o bitcoin está subvalorizado em até 25%. 

Leia também: Hacker pode pegar 20 anos de cadeia por lavagem de dinheiro com bitcoin

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias