Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

5 dicas para fazer trade de criptomoedas

5 dicas para fazer trade de criptomoedas

5 dicas para fazer trade de criptomoedas

Existem muitas dicas para quem quer fazer trade de criptomoedas e está cada vez mais difícil separar, mas o Cryptoconomist, preparou algumas regras gerais que certamente vão ajudar os traders nas negociações. 

São 5 dicas para aproveitar ao máximo as exchanges de criptomoedas.

1 – Considere os tipos de pedidos da exchange 

Os pedidos limitados na exchanges, são pedidos que podem ser inferiores ou acima de um preço de mercado para uma compra ou uma venda. 

Existem também as ordens de mercado, que são suas compras básicas de ações. A diferença entre pedidos limitados e ordens de mercado reside no momento em que a compra ou venda é realizada. 

Quando executa uma ordem de mercado, compra ou venda, algo imediatamente ao preço determinado pelo mercado. 

Mas para quem quer iniciar como trader, terá que começar a executar pedidos limitados. É possível selecionar um preço máximo de compra para o ativo ou um preço mínimo de venda. Isso permite que comece a jogar no mercado, em vez de estar sujeito aos aumentos e quedas agitados das criptomoedas. 

2 – Escolha pares de exchanges 

Os traders sabem que a volatilidade de um par de criptomoeda como o DASH/BTC é geralmente maior do que a volatilidade de uma par Bitcoin/Fiat. 

O primeiro par que iniciantes costumam usar é de BTC/USD. As exchanges se aplicam a esse par com as maiores comissões possíveis. Exemplo: se você deseja comprar BTC com autorização na Paxful, terá opções até 30% acima do preço atual de mercado.

Tente comprar altcoins com dinheiro fiduciário e depois troque suas altcoins por bitcoin. Assim pagará taxas mais baixas do que pagaria pela compra direta em dinheiro ao BTC. 



3 – Use programas de afiliados trading 

Os programas negociados em conta margem possuem um elevado grau de risco para o capital investido, mas também é uma forma extremamente lucrativa de negociação de criptomoedas. 

4 – Experiente uma API de negociação

Uma API é um mensageiro que atende pedidos e comunica a um sistema, aceitando as solicitações e informando o sistema sobre elas, em seguida retorna as respostas para você. 

Experimentar uma API de negociação permite que você interaja com um sistema de negociação, ou seja, que execute transações diretamente na exchange. 

Isso é bem útil para negociadores que executam modelos algorítmicos em seus próprios sistemas de negociação e querem receber precificação em tempo real e conseguir realizar negociações, manual ou automaticamente por meio de um algoritmo, assim que o modelo emitir um sinal apropriado. 

5 – Negocie em melhores condições com subcontas

As subcontas são úteis para quem trabalha com muitos clientes ou encarrega-se de grandes operações comerciais e deseja empregar estratégias de trade diferentes ao mesmo tempo. 

As negociações nas subcontas podem ser usadas como um programa de referência para ajudar o proprietário da conta principal a aumentar seu volume de negócios e permitir que operem em condições favoráveis. 

Se você conhece alguém que negocia a uma taxa alta em exchange que oferecem contas subsidiárias, peça para que você compre uma e assim poderá negociar com comissões mais favoráveis. A subconta possui sua própria chave de API, mantendo sua privacidade e o controle dos ativos. 

Essas dicas são importantes e vão ajudar nas operações com criptomoedas, mas o melhor conselho é simplesmente usar a atenção, determinação e análise crítica. 

Leia também: Autoridades chinesas encontram mineração de Bitcoin em cemitério

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias