Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Coinbase fica offline toda vez que o preço do Bitcoin apresenta volatilidade, apontam usuários

Coinbase fica offline toda vez que o preço do Bitcoin apresenta volatilidade, apontam usuários

coinbase-tagomi-exchange-corretora-criptomoeda-institucional-omisego-bitcoin-btc-volatilidade

Usuários da exchange californiana de criptomoedas, Coinbase, estão reclamando que a plataforma fica “temporariamente indisponível” toda vez que o preço do Bitcoin apresenta volatilidade.

Conforme apontou o Cointelegraph, a corretora ficou offline quatro vezes nos últimos três meses durante as principais mudanças de preços do BTC até agora em 2020 e seus clientes não estão nada felizes sobre isso.

Nos dias 1° de junho, 9 de maio e 29 de abril, a página da Coinbase apresentou “problemas de conectividade”, enquanto no dia 12 de março, quando o bitcoin caiu 50% em um único dia, a exchange declarou “congestionamento de rede”.

Entenda:

  • 1° de junho: bitcoin passou de US$9.600 para US$10.380 em menos de uma hora e usuários da Coinbase relatam que não conseguiram acessar seu portfólio na plataforma;
  • 9 de maio: dois dias antes do halving, o preço da principal criptomoeda do mercado caiu quase US$2.000 em menos de 24 horas;
  • 29 de abril: alta de quase 12% no preço do bitcoin, atingindo US$8.600;
  • 12 de março: bitcoin despencou para US$3.000.

 

A volatilidade no mercado costuma ser vista como o momento ideal para negociar, e a impossibilidade de acessar seus bitcoins durante tais momentos pode impedir que esses usuários lucrem altos valores ou até mesmo evitem grandes perdas.

Conforme apontou a matéria, na página de status da Coinbase, que inclui atualizações sobre interrupções atuais, consta apenas “problemas de conectividade” para as quatro datas.

O usuário CryptoWhale no Twitter, publicou um gráfico na segunda-feira (1°), logo após a mais recente interrupção, onde especula que a exchange tem um algoritmo interno para desligar a plataforma automaticamente sempre que há um momento acima de US$500 no preço do Bitcoin.

“Como pode uma exchange com uma avaliação de US$8 bilhões ficar offline toda vez que o bitcoin se movimenta 5%?”, comentou Dan Gambardello, da Crypto Capital Venture.

Leia também: 5 dicas para fazer trade de criptomoedas

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias