Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Minerworld: TV Record mostra investidor que perdeu em 2 meses o dinheiro que levou 20 anos para juntar

Minerworld: TV Record mostra investidor que perdeu em 2 meses o dinheiro que levou 20 anos para juntar

Minerworld TV Record mostra investidor que perdeu em 2 meses o dinheiro que levou 20 anos para juntar

O Domingo Espetacular transmitido pela Rede Record, mostrou que outras vítimas estão denunciando esquema de pirâmide, como o caso do investidor que perdeu em 2 meses o dinheiro que levou 20 anos para juntar, foram R$120 mil perdidos.

De acordo com o vídeo, a vítima investiu na Minerworld, empresa que ofertava investimento em criptomoedas, sem desconfiar que se tratava de uma suposta pirâmide.

A Minerworld oferecia altos rendimentos em criptomoedas, a empresa sediada no Mato Grosso do Sul e Paraguai, teria lesado pelo menos 50 mil clientes.

Entretanto, a defesa da empresa, diz que a Minerworld foi vítima de um ataque hacker e que “não agiu de má fé”. 

De acordo com Rafael Lopes, advogado da Minerworld, “essa alegação de que a empresa era pirâmide financeira é descabida. Com o hackeamento desses ativos a empresa se tornou incapacitada de realizar o pagamento”.

A Minerworld está sendo investigada pela Polícia Federal e o Ministério Público do Mato Grosso do Sul e possui cerca de R$43 milhões em bens e criptomoedas bloqueados.

A justiça pode utilizar os valores bloqueados da empresa para ressarcir as vítimas, entretanto, o valor da Minerworld só cobre 30% do prejuízo estimado.

A Minerworld deve cerca de R$150 milhões até R$300 milhões, segundo o promotor da justiça Luiz Eduardo. 

O promotor afirma que não é possível estimular quando que vai reaver o ressarcimento, porque o processo ele tem um curso muito longo. 

Criada em 2014, a Minerworld é considerada um dos maiores golpes do Brasil. A empresa chegou a criar uma criptomoeda Mcash, completamente sem valor, na tentativa de resolver os problemas com os clientes. 

No próximo domingo (14) a partir das 19h45, o Domingo Espetacular vai exibir uma reportagem sobre a D9 Clube de Empreendedores. 

A  empresa acusada de pirâmide financeira teve dois sócios assassinados e o líder da D9 Danilo Santana, está em Dubai foragido da justiça, conhecido também como Danilo Dubaino, o empresário está vivendo uma vida de luxo nos Emirados Árabes.

O presidente da D9 aplicou o golpe que rendeu cerca de R$200 milhões somente para ele. 

Em 2018, a Justiça da Bahia ordenou a prisão dos sócios da D9, por operarem em esquema fraudulento em vários estados.

Nos últimos meses, a Record denunciou os esquemas da Genbit, Binary Bit, Minerworld e D9, todas as empresas diziam ofertar investimentos em bitcoin. 

Normalmente, deve-se desconfiar de empresas que oferecem rendimentos absurdos e a garantia de um retorno alto nos lucros. 

Leia também: Segundo maior banco dos EUA confirma parceria com a Ripple

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias