Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Operação Criptomoeda: GAECO cumpre mandados contra suposta pirâmide financeira em SC

Operação Criptomoeda: GAECO cumpre mandados contra suposta pirâmide financeira em SC

Operação Criptomoeda GAECO cumpre mandados contra suposta pirâmide financeira em SC
Imagem ilustrativa

Na quarta-feira (17), o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), cumpriu mandados contra suposta pirâmide financeira em Santa Catarina. 

Em conjunto com a 6ª Promotoria de Justiça da Comarca de Balneário Camboriú, o GAECO deflagrou a Operação Criptomoeda, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e suspensas as atividades da empresa Go Capital. 

De acordo com o Ministério Público de Santa Catarina, a investigação teve início após denúncias da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A empresa Go Capital oferecia investimento em criptomoedas e rendimentos diários de 3% sobre os aportes.

Segundo a CVM, a empresa estaria ofertando em seu site e redes sociais “oportunidades financeiras” com ganhos incompatíveis com a realidade do mercado e sem menção a riscos elevados. 

A Go Capital estaria operando um esquema supostamente ilegal de pirâmide financeira, de acordo com o Ministério Público de SC. 

O golpe já havia frustrando o pagamento e lesando consumidores em todo o Brasil, por meio de rede mundial de computadores e mídias sociais. 

A partir do comunicado da CVM, a 6ª Promotoria de Justiça, com auxílio do GAECO, identificou os responsáveis do negócio e obteve os cinco mandados de busca e apreensão na justiça. 

A justiça atendeu também o pedido de que seja publicado no site da Go Capital e nas redes sociais com destaque, a informação da suspensão das atividades por ordem judicial, a fim de evitar que mais consumidores possam ser lesados. 

Segundo o Reclame Aqui, a empresa está pelo menos há cinco meses sem pagar os clientes. 

Um dos comentários na plataforma, é de um cliente que investiu mais de R$4 mil na Go Capital, e relata que no final de 2019 a empresa deixou de pagar seus clientes. 

A Go Capital teve iniciou em maio de 2019, de acordo com o Facebook, a empresa ofertava investimentos exclusivamente com o bitcoin e dizia ser especializada em trade de ativos digitais. 

O site oficial da empresa está “em manutenção” com a mesma mensagem das redes sociais, de que a empresa foi suspensas por decisão judicial Nº5004363-86.2020.8.24.0005, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Balneário Camboriú.

Leia também: Ripple (XRP) supera o Bitcoin em valor movimentado no Brasil no 1° trimestre, diz Receita Federal

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias