Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Militares apreendem 315 ASICs de mineradora local de bitcoin na Venezuela

Militares apreendem 315 ASICs de mineradora local de bitcoin na Venezuela

mineração-venezuela-governo-decreto-Militares apreendem 315 ASICs de mineradora local de bitcoin na Venezuela

A Guarda Nacional Venezuelana anunciou que apreendeu mais de 300 máquinas de mineração de bitcoin, conforme reportou o Decrypt

A notícia foi compartilhada pela Guarda Nacional via Twitter, um empresário local estava tentando transportar as máquinas para a cidade de Ciudad Guayana. 

Segundo o comandante do distrito, Adolfo Rodríguez Cepeda, os militares realizaram uma verificação de rotina em um caminhão que tentava passar pelo pedágio de Guayana. 

Os oficiais abordaram o caminhão por conta da restrição de trânsito imposta como medidas de combate ao coronavírus. 

O motorista não tinha a permissão necessária, de acordo com os militares, sendo assim, os oficiais inspecionaram a carga e procuraram documentação adicional das máquinas de mineração.

As autoridades apreenderam o equipamento e encaminharam o caso à Superintendência Nacional de Criptomoedas e Atividades Relacionadas (Sunacrip), o órgão público encarregado de regular a indústria de criptomoeda na Venezuela.

O valor dos equipamentos apreendidos seria de cerca de US$79 mil hoje, considerando a cotação atual do dólar. 

O governo de Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, reprimiu a mineração de bitcoin, alegando que o bitcoin abriu caminho para o aumento da especulação sobre o valor do dólar e contenção nos controles financeiros do país.

Para ser mineradores de criptomoedas na Venezuela, é preciso obter uma licença prévia de funcionamento, junto ao governo. 

O presidente da Venezuela promoveu o uso da criptomoeda apoiada pelo Estado, o Petro, e impulsiona a mineração da moeda no país.

O Petro é uma criptomoeda lastreada em petróleo e que o governo tenta oferecer para a população. 

Essa moeda digital é vista com desconfiança por outros países, como os EUA, que não acreditam mais no governo de Nicolás Maduro. 

A Venezuela foi o primeiro país a criar sua própria moeda digital. O governo também criou vários instrumentos legais, alguns através de ordens executivas, outros através de ações legislativas, que deram status legal às criptomoedas.

Leia também: Baleias de bitcoin fizeram mais de 8.000 transações na OKEx em junho

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias