Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Clube de futebol do Reino Unido sofre ataque com exigência de 400 bitcoins

Clube de futebol do Reino Unido sofre ataque com exigência de 400 bitcoins

Hacker ataca Clube de futebol do Reino Unido e exigem resgate de 400 bitcoin

Nesta semana um Clube de Futebol do Reino Unido foi atacado por hackers que exigiram um resgate de 400 bitcoins, cerca de US$3,8 milhões.

Os hackers criptografaram todo o sistema corporativo e de segurança do clube, cujo nome não foi revelado, e exigiram os 400 bitcoins para liberar a chave de descriptografia.

Contudo, o clube não pagou o resgate e os hackers seguiram com o ataque, causando graves danos financeiros para o clube, conforme reportou o Decrypt.

Com isso o Centro Nacional de Segurança Cibernética (NCSC) do Reino Unido emitiu um alerta na quinta-feira (23), dizendo que as equipes de futebol estão em maior risco de ataques de ransomware e companhas de pshishing. 

O NCSC disse que o Clube de Futebol teve a infecção inicial por conta de um e-mail contendo o arquivo de phishing ou que os sistemas de CFTV do clube eram acessados remotamente para instalar malware. 

A agência de segurança observou que vários servidores também foram afetados, deixando o clube incapaz de usar o e-mail corporativo.

“O CCTV e as catracas do estádio não estavam operacionais, o que quase resultou no cancelamento do equipamento”, comentou o NCSC.

Todos os sistemas do clube estavam conectados a uma rede, facilitando a propagação do ataque quando um único sistema era infectado. 

Segundo o diretor de operações da NCSC, Paul Chichester, os clubes podem não ver os crimes cibernéticos como um grande problema, no entanto, os crimes continuam preocupando a segurança cibernética do Reino Unido.

“Embora a cibersegurança possa não ser uma consideração óbvia para o setor esportivo ao pensar em seu retorno, nossas descobertas mostram que o impacto dos cibercriminosos que lucram com esse setor é muito real”, disse Chichester.

Neste mês, um importante clube da Premier League, foi atacado por hackers que usaram e-mails falsos para realizar uma transferência de jogadores, quase roubaram mais de um milhão de libra antes que alguém no clube sinalizasse as transações.

De acordo com o aviso da NCSC, mais de 70% das organizações esportivas do Reino Unido sofreram uma violação da segurança cibernética em 2020.

“À medida que o setor esportivo se recupera do impacto da pandemia de coronavírus e continua planejando o futuro, o NCSC está instando as organizações a considerar as conclusões de seu relatório e seguir seus conselhos, como a implementação de controles de segurança, geralmente a baixo custo, e backup de dados”, disse a agência.

Leia também: Um dos maiores golpistas do Brasil foi preso pela Polícia Civil

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias