Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Com vira-lata caramelo na propaganda, nota de R$ 200 entra em circulação no Brasil

Com vira-lata caramelo na propaganda, nota de R$ 200 entra em circulação no Brasil

nota-200-banco-central-brasil-cédula
Imagem ilustrativa.

Para divulgar a nova cédula, no valor de R$ 200 que entrou em circulação no Brasil nesta quarta-feira (02), o Banco Central (BC) decidiu colocar o famoso vira-lata caramelo na campanha de publicidade. 

O cachorro foi excessivamente solicitado pelos internautas para estampar a nova cédula desde o anúncio da novidade que exacerbou em parte da população o medo da inflação pela impressão de mais notas, e surpreendeu ao aparecer no vídeo publicado pela autoridade monetária. 

Ao apresentar a nota de 200 reais, a campanha especifica os itens de segurança, como a marca d’água, número que muda de cor e o alto-relevo em certas partes do papel. 

O BC ressalta que a nota é cinza e sépia, e leva o lobo-guará estampado, embora o vira-lata caramelo tenha sido eleito pelas redes sociais como o animal que melhor representa o país. 

Veja o vídeo, onde o cachorro aparece ao lado de duas mulheres sentadas em um sofá: 

Poucos minutos após a divulgação revelando a aparência da nova cédula, já havia memes nas redes sociais. 

nota-200-memes-lobo-guará
Imagem: Meme sobre a nova nota de R$ 200.

Já é possível sacar a nota de R$ 200? 

Nota de R$ 200: Banco Central deve retirar todas as cédulas de circulação, diz Defensoria Pública
Imagem oficial da nova nota de R$ 200.

De acordo com o BC, que possui sede em Brasília, as cédulas são distribuídas por avião pelo Brasil a partir de centros que o órgão monetário possui nas capitais do país. 

O órgão tem representações nas capitais dos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Ceará e Pará. 

“Pessoas que saquem em Brasília ou em outras capitais já podem se deparar com a nota de R$ 200”, disse Carolina de Assis Barros, diretora de administração do BC, acrescentando que a partir das capitais, o Banco do Brasil (quem operacionaliza a custódia do BC) ajudará a “fazer chegar as cédulas pelo interior do país”. 

Leia também: Banco do Brasil é o maior credor de setores que desmatam no país, revela estudo

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias