Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

US$11,3 milhões de BTC da era de Satoshi foram movidos

US$11,3 milhões de BTC da era de Satoshi foram movidos

US$11,3 milhões de BTC da era de Satoshi foram movidos

Pela primeira vez em uma década, 1.000 bitcoins (BTC) antes parados, foram movidos. A quantia é equivalentes a cerca de US$11,3 milhões na cotação atual da criptomoeda.

As moedas foram mineradas durante a era Satoshi Nakamoto, que ainda estava ativo na internet na época e o BTC tinha menos de 2 anos. 

Dados de provedores de análises revelam que as moedas estavam paradas na carteira há 10 anos, conforme reportou o Cryptopotato.

Os bitcoins foram extraídos em setembro de 2010, indo para um conjunto desconhecido de endereços. 

O valor total dos bitcoins movimentados são UR$11,3 milhões, nas taxas atuais. Neste ponto, não está claro quem era o minerador ou quem é o receptor da grande quantidade. 

É importante ressaltar que, seja quem for, essa pessoa não movimenta o BTC há 10 anos, pois é a primeira transação de saída desse endereço desde 2010.

Ainda não se sabe com o mercado reagirá a última transação, caso a pessoa queira vender todo o estoque, são US$11,3 milhões.

No início deste mês, alguém envio 50 BTC extraído em 2010 para um endereço desconhecido. 

As moedas equivalentes a quase R$3 milhões atualmente, foram extraídas em maio de 2010. 

A movimentação foi notada pelo BTCparser, um robô do Telegram que rastreia transações em bitcoin.

Os bitcoins da “era de Satoshi” são conhecidos assim pela presença do pseudônimo do criador do BTC em fóruns e no desenvolvimento da criptomoeda.

A última vez que Satoshi Nakamoto esteve ativo no fórum Bitcointalk, foi em 13 de dezembro de 2010.

Alguns acreditam que os bitcoins minerados nessa época pertencem ao criador do criptoativo. Contudo, uma pesquisa aponta que Satoshi minerou menos bitcoin do que podia. 

Leia também: Torcida usa token para escolher formação de time, que vence de 6×0

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias