Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Na França, Ministro da Economia culpa criptomoedas por caso de terrorismo no país

Na França, Ministro da Economia culpa criptomoedas por caso de terrorismo no país

Bruno-Le-Maire-criptomoedas-bitcoin-frança-economia-terrorismo
Bruno Le Maire, ministro da economia na França. Imagem: Reprodução.

Bruno Le Maire, Ministro da Economia na França, comentou sobre um recente caso de radicalismo islâmico no país e aproveitou para criticar as criptomoedas. 

Na última sexta-feira (16), Samuel Paty, um professor francês, foi decapitado por um radical islâmico após exibir caricaturas para os alunos durante uma aula sobre liberdade de expressão. 

O caso chocou o país e o mundo, e La Maire, conhecido por criticar os criptoativos, não perdeu a oportunidade de atrelar o crime às moedas digitais. 

O Ministro da Economia atacou as criptomoedas no domingo (18), embora as investigações até o momento não tenham sugerido a relação dos ativos no financiamento do ataque na semana passada. 

Em um trecho compartilhado no Twitter de uma entrevista ao canal France 3, Le Maire afirmou que os criptoativos permitem que terroristas saquem dinheiro em território europeu facilmente e sem deixar rastros. 

Ele também escreveu na rede social que algumas criptomoedas estão associadas à compra de drogas e armas, além de serem usadas para lavagem de dinheiro. 

O ministro disse ainda que vai endurecer a legislação para evitar isso. 

“Devemos fortalecer nossos sistemas de vigilância em face do financiamento do terrorismo. Por exemplo, as criptomoedas devem ser mais supervisionadas. Com @olivierdussopt (Ministro do Orçamento), faremos propostas nesse sentido no âmbito do projeto de lei sobre o separatismo.” 

A declaração não foi bem recebida pela comunidade cripto, e um usuário respondeu, também em francês: 

“Bom dia @BrunoLeMaire. Se por algum milagre você decidir aprender sobre criptos em vez de deixar sua ideologia e seu achismo guiar seu pensamento, teremos o maior prazer em informá-lo.” 

Leia também: CBDC: “Melhor fazer certo do que ser o primeiro”, diz regulador dos EUA em meio a testes da China

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias