Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Gestora brasileira de criptomoedas recebe R$ 40 milhões em investimentos

Gestora brasileira de criptomoedas recebe R$ 40 milhões em investimentos

gestora-criptomoedas-criptoativos-bitcoin-investimento-milhões-brasil-transfer-wiss

Em uma parceria estratégica para o desenvolvimento de negócios no Brasil e na América Latina, uma empresa de criptomoedas fundada por brasileiros na Suíça recebeu um investimento de R$ 40 milhões.

Trata-se de uma colaboração entre a gestora suíço-brasileira Transfero Swiss e a Alameda Research, uma das maiores provedoras de liquidez para exchanges de criptoativos.

De acordo com o jornal O Globo, o aporte multimilionário será usado para a expansão da empresa para a América Latina e no aumento do uso de stablecoins em países emergentes.

O projeto começará pelo lançamento de stablecoins baseadas nas moedas nacionais da Argentina e Uruguai.

A gestora já emite a BRZ, primeira stablecoin lastreada em Reais e a mais negociada do Brasil, conforme noticiado aqui no Criptonizando

Através da nova parceria, a Transfero terá acesso à tecnologia, distribuição e uso da infraestrutura da Alameda, no mesmo patamar de grandes players internacionais.

Thiago Cesar, CEO da gestora sediada em Zug, na Suíça, e com escritório no Rio de Janeiro, comemora a novidade:

“Ao passar a deter participação societária na Transfero Swiss, a Alameda confirma o maior investimento de um grande player internacional em uma empresa de ativos digitais brasileira”, afirma.

O CEO explica que a Transfero não pode fazer ofertas públicas no país, mas pode atuar na compra e venda de criptoativos, por se tratar de um mercado não regulado.

Com mais de US$ 100 milhões em ativos sob gestão, a Alameda se beneficia da parceria com acesso ao mercado brasileiro e latino americano.

Outra vantagem para a empresa é a consolidação da atuação de sua corretora FTX, empresa internacional com forte crescimento no Brasil, conhecida por ofertar derivativos cripto, produtos de volatilidade e tokens alavancados.

Leia também: Saldo de Bitcoin nas exchanges despenca; Valor mais baixo desde 2018

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias