Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Finanças descentralizadas: Os prós e os contras do DeFi

Finanças descentralizadas: Os prós e os contras do DeFi

Finanças descentralizadas: Os prós e os contras do DeFi

Existem opiniões divergentes sobre as finanças descentralizadas, DeFi. Enquanto alguns pensam que é uma revolução, outros acreditam que pode ser uma fraude.

Nos últimos dias, enquanto o preço do bitcoin (BTC) está subindo, muitos tokens DeFi estão caindo.

Contudo, existem alguns prós e contras das finanças descentralizadas que certamente devem ser observados.

Um dos maiores prós do DeFi é sem dúvidas a descentralização.

Conforme reportou o Cryptonomist, muitos projetos são gerenciados com contratos inteligentes da Ethereum.  No entanto, este não é um fator suficiente para que eles sejam verdadeiramente descentralizados, e isso às vezes pode até se tornar uma “armadilha”. 

Muitos usuários não percebem que um contrato inteligente na Ethereum não é suficiente para garantir a descentralização, e isso permite que desenvolvedores mal-intencionados façam projetos que parecem estar descentralizados, mas não estão.

Outra desvantagem é que existem vários projetos DeFi que, como também aponta o cofundador e CEO da Kraken, Jesse Powell, chegam aos mercados sem uma auditoria séria, podendo esconder bugs, pontos cegos ou mesmo tentativas reais de fraude sem que a maioria dos usuários se dê conta. 

De certa forma, as exchanges descentralizadas (DEXs) que permitem a qualquer um negociar livremente um token devem ser profissionais, mas também podem ser uma péssima opção para aqueles que investem em ativos que mal conhecem.

O anonimato com o qual os contratos inteligentes DeFi e DEX podem ser usados também é uma vantagem, mas pode ser tornar uma preocupação.

A vantagem é que permite que todos participem abertamente, pública e imediatamente, enquanto a desvantagem é que, às vezes, por trás de determinados perfis anônimos existem criminosos reais. 

Mesmo as oportunidades de lucros substanciais podem ser prós e contras. Na verdade, eles são uma vantagem quando são explorados a tempo e se realmente geram lucros, mas também podem ser uma grande desvantagem se as pessoas investirem quando já é tarde demais, ou se optarem por investir em projetos destinados ao fracasso. 

Certamente, alguns projetos DeFi, como o Uniswap, mostraram-se muito sólidos durante este período, mas a verdade é que houve mais projetos que não foram. 

No entanto, a inovação pioneira sempre ocorre dessa forma. Oferece grandes oportunidades, mas apenas diante de grandes riscos. 

Muitos maximalistas do Bitcoin são um pouco tendenciosos em seus julgamentos sobre quase todas as altcoins.

No entanto, entre o final de julho e o início de setembro, houve um verdadeiro hype no DeFi, principalmente devido à agricultura produtiva, o que levou a novos projetos surgindo como cogumelos, e entre estes, mais de um acabou não dando certo, imperfeito ou mesmo fraudulento.

De certa forma, o que aconteceu nos últimos meses pode se parecer com o que aconteceu em 2017 com o ICO, um grande hype que gerou alguns bons projetos, mas também muitos projetos de natureza duvidosa. 

Leia também: PIX: Banco Central atualiza regulamento e define quando pessoa física terá que pagar

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias