Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Vídeo: Técnico de TI é pego com fazenda de mineração de Ethereum em aeroporto na Itália

Vídeo: Técnico de TI é pego com fazenda de mineração de Ethereum em aeroporto na Itália

aeroporto-criptomoedas-ethereum-mineração-fazenda-polícia-vídeo-ti-técnico-funcionário-itália

Uma fazenda ilegal de mineração de Ethereum (ETH), segunda maior criptomoeda do mercado, foi encontrada pela polícia em um aeroporto da Itália.

Atraído pela possibilidade de altos ganhos com criptoativos, um técnico de TI de 41 anos que trabalhava no aeroporto de Lamezia Terme, em Calábria, construiu o datacenter para se aproveitar do sistema da empresa.

As autoridades começaram uma investigação depois que especialistas da Sacal Global Solutions, empresa que gere o aeroporto, denunciaram atividade incomum na rede e alto consumo de eletricidade – consequência da mineração contínua de ETH.

Conforme reportou a mídia local, os investigadores, com a colaboração de autoridades do aeroporto, analisaram as partições da rede de informática do local, descobrindo uma verdadeira fazenda de mineração em duas salas do aeroporto.

O homem estava usando cinco poderosas GPU para minerar Ether 24 horas por dia, gratuitamente.

Veja o vídeo gravado pelas autoridades:

Para conseguir realizar a façanha, o técnico infectou os sistemas de computador do aeroporto com um malware, colocando em risco a segurança do local.

Ele foi identificado nas câmeras de segurança instaladas nas salas dos servidores do aeroporto onde montou todo o esquema.

Diante da situação, investigações coordenadas pelo Ministério Público de Lamezia Terme foram capazes de examinar os endereços de IP associados às máquinas presentes no local.

As autoridades identificaram a ‘Ethermine’ como o pool de mineração utilizado pelo funcionário mal intencionado.

Depois de se aproveitar de seu posto de trabalho dentro do aeroporto para instalar um malware e explorar a infraestrutura de TI, o homem agora deve responder à Justiça por usar indevidamente os computadores e eletricidade do local, além de colocar toda a rede em risco.

Leia também: Facebook censura conteúdo relacionado ao Bitcoin

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias