Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Asteroide metálico vale 10 mil vezes toda economia da Terra

Asteroide metálico vale 10 mil vezes toda economia da Terra

16-psyche-asteroide-economia-finanças-notícias-astronomia-novidades
Ilustração do 16 Psyche, asteroide de ferro e níquel. Foto: Maxar/ASU/P. Rubin/NASA/JPL-Caltech

De acordo com um novo estudo publicado no Planetary Science Journal, um asteroide de 225 quilômetros de diâmetro, com órbita no cinturão entre Marte e Júpiter, pode valer mais que toda a economia da Terra.

O asteroide 16 Psyche é formado inteiramente por ferro e níquel, que valeriam na cotação dos metais cerca de US$ 10 quintilhões, segundo o estudo publicado nesta semana.

O corpo celeste foi descoberto no século XIX, e já tem visita marcada pela NASA.

10 mil vezes o PIB mundial

16 Psyche vale mais de 10 mil vezes o valor do Produto Interno Bruto (PIB) do mundo inteiro em 2019, que foi de US$ 87 trilhões, segundo o Banco Mundial.

O novo relatório traz detalhes inéditos sobre o gigantesco asteroide, considerado um dos maiores já catalogados no Sistema Solar.

De acordo com Tracy Becker, pesquisadora do Southwest Research Institute, é possível que o asteroide seja um resquício do núcleo de um protoplaneta. 

Um protoplaneta é a condensação de matéria que constitui a fase inicial na evolução de um planeta

 “A Terra tem um núcleo metálico, um manto e uma crosta. É possível que o Psyche fosse um protoplaneta em formação, que foi atingido por outro objeto no nosso Sistema Solar e perdeu seu manto e sua crosta”, explicou Tracy ao jornal O Globo.

Especialistas usaram o telescópio espacial Huble para observar em detalhes o asteroide descoberto em 1852, e observaram uma característica única do 16 Psyche: o asteroide está enferrujando.

“Nós fomos capazes de identificar pela primeira vez em um asteroide o que achamos ser sinais de absorção de ultravioleta de óxido de ferro. Isso é indicação de que a oxidação está ocorrendo no asteroide, o que pode ser resultado do impacto dos ventos solares na superfície dele”, disse a pesquisadora.

NASA já tem viagem programada

Para comprovar as observações realizadas pelo Hubble, a Nasa já se prepara para lançar uma espaçonave até o enorme asteroide.

A missão deve acontecer em 2022, com chegada no corpo celeste prevista para 2026. 

A viagem para o 16 Psyche permitirá aos cientistas “uma oportunidade única de compreender o que forma um planeta e potencialmente ver como é um planeta por dentro”, afirma Tracy.

Apesar de ser avaliado em muito mais que a economia total da Terra, não há planos para minerar o gigante espacial.

Leia também: Bitcoin ou travessuras: Crianças vibram ao receber BTC no Halloween, assista

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias