Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Cofundador do Skype mantém sua fortuna em Bitcoin e Ethereum

Cofundador do Skype mantém sua fortuna em Bitcoin e Ethereum

jaan-tallinn-skype-criptomoedas-bitcoin-ethereum-btc-eth-criptoativos-fortuna-dinheiro

O programador e cofundador do Skype, Jaan Tallinn, revelou que mantém a maior parte de sua fortuna em criptomoedas, como Bitcoin e Ethereum.

O engenheiro estoniano de 48 anos contou sobre a decisão financeira à famosa revista de negócios americana, Fortune.

Embora a declaração publicada na última sexta-feira (13) seja novidade para os entusiastas, a decisão de Tallinn não é recente, disse o executivo que hoje investe em diversos empreendimentos.

Uma das empresas escolhidas pelo programador para investir após a venda do Skype ao eBay por cerca de US$ 2,6 bilhões em 2005 foi a Faculty AI, sediada em Londres.

O negócio focado em sistemas de aprendizado de máquina (machine learning) também recebeu de Tallinn doações em criptoativos em pelo menos duas ocasiões.

Em janeiro de 2018, o investidor deu 350 unidades de ETH – token da rede Ethereum para a companhia, no valor de US$ 434 mil na época.

Depois, em março de 2020 Tallinn deu 50 bitcoins para o negócio, a quantia estava avaliada em US$ 316 mil na época, de acordo com os registros financeiros. Desde então, o valor subiu para mais de US$ 810 mil, durante a recente alta do ativo.

Tallinn conta que doou o montante em criptomoedas porque já guarda a maior parte de sua fortuna pessoal dessa maneira.

Segundo ele, converter a quantia em dinheiro fiduciário teria resultado em uma conta de imposto sobre ganhos de capital desnecessária, diminuindo o valor que ele poderia dar.

Marc Warner, fundador e presidente-executivo da Faculty AI, admite que aceitar a doação de Tallinn gerou uma dor de cabeça na contabilidade para o corpo docente.

“Nossos contadores tiveram que procurar outra pessoa que estivesse trabalhando com cripto e descobrir como fazer a contabilidade nesse caso”.

A doação de Tallinn ajudou o corpo docente a contratar vários especialistas em segurança em Inteligência Artificial, segundo Warner.

Desde então, a empresa vendeu cerca de US$ 144 mil em Ethereum em 2019–2020, mas supostamente manteve a maior parte das criptomoedas que recebeu do cofundador do Skype.

Quanto à Tallinn, a matéria não menciona se o programador guarda outras criptomoedas além de BTC e ETH.

Leia também: Organização internacional do G7 prepara regulamentação para plataformas P2P de criptoativos

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias