Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin Baleias atingem um novo recorde após 4 anos

Bitcoin Baleias atingem um novo recorde após 4 anos

Bitcoin Baleias atingem um novo recorde após 4 anos

A quantidade de baleias, entidades que detêm pelo menos US$1.000 bitcoin (BTC), atingiram um novo recorde após mais de 4 anos.

Conforme reportou o Cryptonomist, o termo ‘baleia’ refere-se a grandes detentores de bitcoins, embora não tenha um valor fixo da quantidade de BTC que precisa ter para fazer parte deste círculo, alguns analistas consideram entidades que detêm pelo menos US$1.000 BTC. 

Em preços atuais, US$1.000 são equivalentes há US$17,5  milhões. O Glassnode revelou o novo recorde em seu Twitter.

“O número de #Bitcoin baleias (entidades que detêm pelo menos 1.000 $BTC) atingiu um novo ATH após mais de 4 anos. Uma entidade é um agrupamento de endereços de rede controlados pelo mesmo indivíduo / instituição”.

A análise do Glassnode, leva em consideração não apenas endereços individuais, mas também vários endereços diferentes com o mesmo proprietário. 

Embora não seja possível rastrear cada endereço de volta ao seu proprietário, em alguns casos isso é possível, declara o Glassnode.

Tem pelo menos 2.300 endereços individuas com mais de  1.000 BTC, enquanto o número de baleias com mais de 1.000 BTC detectadas pelo Glassnode é de cerca de 2.000.

Isso acontece, pois vários endereços com pelo menos 1.000 BTC pertencem a exchange que contêm tokens pertencentes a seus usuários, e não a eles. 

Por exemplo, neste momento o único endereço com mais bitcoin seria o da bolsa Huobi, com mais de 141.000 BTC, que, no entanto, não pertencem à exchange. 

Observe que no final de 2016 o número de baleias bitcoin era um pouco menos de 2.000, então, embora hoje seja um recorde histórico absoluto, não é muito maior do que o anterior. 

A comparação com 2016 é particularmente interessante, considerando que após o pico anterior do número de baleias, este começou a diminuir, provavelmente devido à entrada de enormes quantidades de investidores de retalho neste mercado. 

Isso fez com que o preço do bitcoin subisse, a ponto de desencadear uma enorme bolha especulativa que terminou no ano seguinte com o recorde histórico de preços. Algo semelhante, embora com prazos mais apertados, ocorreu em 2013.

Leia também: Polícia Civil participa de curso para identificar e bloquear criptomoedas no exterior

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias