Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin deve ser regulamentado globalmente, diz presidente do Banco Central Europeu

Bitcoin deve ser regulamentado globalmente, diz presidente do Banco Central Europeu

christine-lagarde-bitcoin-criptomoedas-regulamentação

Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu (BCE), acredita que o Bitcoin deve ser regulamentado globalmente, por se tratar de um ativo “altamente especulativo”.

A fala da economista foi lançada na segunda-feira (11), durante participação na conferência Reuters Next.

Segundo Lagarde, a principal criptomoeda do mercado realizou “alguns truques e algumas atividades de lavagem de dinheiro interessantes e totalmente repreensíveis”.

“Deve haver regulamentação. Isso precisa ser aplicado e acordado… em nível global”, declarou a presidente do BC Europeu.

Segundo ela, “se houver uma saída, essa saída será usada” e, portanto, “uma ação multilateral é altamente necessária”.

Lagarde sugeriu ainda que a iniciativa poderia ser iniciada pelo G7, movida para o G20 e então ampliada, e frisou que essa situação “é algo que precisa ser resolvido.

Os países do G7 são Alemanha, Canadá, França, Itália, Japão, Reino Unido e Estados Unidos. No mês passado, eles publicaram um comunicado pressionando por regulamentação no mercado cripto.

Steven Mnuchin, porta-voz do secretário do Tesouro dos EUA, disse que isso “é uma necessidade”.

“Bitcoin não é moeda”

A presidente do BC Europeu comentou ainda sobre o preço do bitcoin e sua recente temporada de alta.

Para ela, a criptomoeda que saiu de cerca de US$ 10.500 em outubro do ano passado, para US$ 42.000 no início de janeiro, “é um ativo altamente especulativo”.

“Para aqueles que presumiram que isso poderia se tornar uma moeda. Sinto muito, mas isso é um ativo”, declarou.

Leia também: Paquistão usa dinheiro do governo para minerar bitcoin

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias